fbpx Cirurgia Vascular | Amato Software

Cirurgia Vascular

Subscribe to Cirurgia Vascular feed Cirurgia Vascular
Cirurgião Vascular em São Paulo
Updated: 50 min 52 sec ago

Cuide do seu coração: 5 medidas para mantê-lo saudável e forte

Sun, 10/18/2020 - 10:33

O coração é um órgão bastante delicado e que requer cuidados especiais. A melhor forma de cuidar do coração é praticar atividades físicas, comer bem e manter o estresse longe de sua vida.

Está precisando de uma ajudinha para manter a saúde? Veja 5 medidas que com certeza vão te ajudar bastante!

 

1. Pratique atividade física

A atividade física é indicada para quem quer uma vida longa e com poucas doenças. Aliás, os exercícios são ótimos em praticamente qualquer tratamento, salvo raras exceções.

Uma boa maneira de manter o corpo ativo é por meio do esporte. Jogar bola, nadar, correr e até jogar ping-pong está valendo. O mínimo recomendado são 1 hora por dia, 3 vezes na semana.

No entanto, nem todo mundo gosta de esportes e, por isso, algumas pessoas preferem a caminhada. Essa atividade física é bastante relaxante e benéfica para nosso corpo. Aliás, quando realizada com constância, proporciona vários benefícios para nossa saúde.

Quando falamos em saúde do coração, basta não ficar parado. Porém, deve-se levar em conta a idade do indivíduo, pois, em alguns casos, uma atividade intensa pode ser prejudicial para ele; ao passo que exercícios brandos não são legais para quem pode se esforçar.

O coração é um músculo, e como tal precisa ser colocado em atividade. É por isso que a caminhada com um pouco de corrida é poderosa. Assim você acelera um pouco os batimentos, o que permite um coração mais forte.

Em caso de não ser possível sair para caminhar, usar uma esteira também é uma boa opção. O importante é não ficar parado em casa vendo TV.

2. Tenha uma dieta equilibrada

Uma dieta equilibrada, assim como a atividade física, é a recomendação para qualquer problema no organismo humano. De fato, o que comemos interfere diretamente em nosso corpo, tanto para melhor quanto para pior.

Dessa forma, o ideal é manter uma dieta equilibrada. Ou seja, devemos consumir a quantidade diária recomendada de cada nutriente para manter todos os processos funcionando em nosso corpo.

Uma das vantagens de uma dieta equilibrada é sua prevenção de doenças. Com os intestinos, estômago, pâncreas e demais órgãos funcionando a pleno vapor, as chances de uma doença surgir são pequenas – mas existem.

Além disso, dois órgãos de destaque, o coração e o cérebro, são beneficiados com a dieta. As dietas equilibradas não possuem doses altas de colesterol nem gorduras, o que permite ao coração funcionar com tranquilidade. Da mesma forma o cérebro recebe todos os nutrientes para seu funcionamento, os quais mantêm sua saúde.

As hortaliças, verduras e legumes devem reinar em seu prato. Além disso, a água ajuda a manter o organismo funcionando de forma correta, e por isso deve ser consumida com regularidade. O ideal são de 2 a 4 litros de água por dia. Não misture sólidos com líquidos: beba líquidos 1 hora antes ou depois de cada refeição.

3. Evite alimentos gordurosos ou com muito açúcar

Os alimentos gordurosos e com muito açúcar são péssimos para sua saúde. Refrigerantes, doces, fast food e demais alimentos parecidos devem ser evitados ao máximo. Você pode sim consumir esses produtos, desde que em pequenas quantidades e de forma esporádica.

Algo que acaba com sua saúde são os famosos lanchinhos fora de casa. Às vezes, por causa do dia a dia agitado, preferimos comer algo na barraquinha perto do ponto de ônibus do que almoçar ou jantar. Fazer isso uma ou duas vezes não tem problema. O erro é tornar isso um hábito.

Seu organismo com certeza vai sentir a falta de nutrientes. Além disso, a maioria das comidas de rua costumam ser gordurosas e pouco saudáveis. Ou seja, além de deixar seu corpo fraco, ainda vai colaborar para entupir artérias e veias em seu organismo.

Já os doces, por sua vez, também não apresentam valores nutricionais atrativos, e ainda te expõe a um mal tremendo: a diabetes. Uma vez com ela, seu corpo vai se deteriorando aos poucos, fora as restrições alimentares severas.

Consuma apenas alimentos com bons nutrientes e deixe de comer apenas pelo prazer. Assim seu corpo será saudável e resistirá a várias doenças ao longo dos anos.

4. Mantenha um sono saudável

A qualidade do sono interfere muito em nossa saúde. Aliás, a saúde do coração é a que mais choca quando olhamos para os dados.

Um artigo publicado da Centers for Disease Control and Prevention, intitulado “How Does Sleep Affect Your Heart Health? ”, apresentou informações alarmantes:

  •       Uma boa noite de sono permite que a pressão sanguínea fique baixa no período noturno. No entanto, não dormir ou ter uma noite de sono ruim faz com que a pressão fique alta o dia todo. Assim as chances de derrames e ataques cardíacos aumentam.
  •       Dormir bem permite que o corpo regule melhor seus processos, o que inclui até mesmo a quantidade de açúcar no sangue. Isso é importante para quem possui diabetes tipo 2.
  •       Deixar de dormir de forma adequada por levar a obesidade. A razão disso é que áreas relacionadas com a vontade de comer são afetadas, desregulando nosso “sentido de fome”.
5. Evite o estresse em seu dia a dia

O estresse, junto com a depressão, são os maiores problemas do século. Aliás, ambos são tão problemáticos que até mesmo lidar com eles é difícil. Muitas vezes o estresse é rotineiro em nossas vidas, assim como os gatilhos da depressão.

Uma solução prática para reduzir o estresse é ficar no momento presente. A razão disso é que o estresse está relacionado com algo que está em nossa mente, geralmente no futuro, ou seja, o “vir a ser”.

Ficar no presente é um desafio dos grandes. No entanto, é uma habilidade que podemos cultivar com alguns exercícios específicos. O mais comum deles, todavia, são as práticas de mindfulness – em especial a respiração consciente.

Sempre que se sentir estressado ou ansioso, procure pelas sensações da respiração e foque nelas. Sinta o abdômen subindo e descendo; veja se o ar que entra é mais quente que o ar que sai.

Com o tempo e a prática você vai se livrar dos males do estresse, os quais incluem problemas cardíacos, hormônios desregulados e até transtornos mentais.

Coloque todas essas medidas em prática o quanto antes. Sua saúde é muito valiosa!

 

O post Cuide do seu coração: 5 medidas para mantê-lo saudável e forte apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categories: Medical

Quarentena: 7 formas de se conectar com seu interior e acalmar o corpo

Thu, 10/15/2020 - 15:52

A quarentena pode ser vista de duas formas: uma catástrofe ou uma oportunidade de crescimento. Ela é as duas coisas ao mesmo tempo, por isso você pode escolher qual visão terá dela.

Abaixo preparamos uma lista de atividades para se conhecer melhor e ainda acalmar o corpo. Separamos também algumas dicas para não ficar parada nesse momento.

Boa leitura!

 

1. Cozinhe algo especial na quarentena

Mesmo dando um trabalhão, cozinhar é uma das atividades mais prazerosas que existem, não é verdade? Ver a família alimentada e feliz é tudo de bom. No entanto, busque inovar no cardápio durante a quarentena.

É provável que a dieta seguia algum padrão antes dos acontecimentos que levaram à quarentena, e que comidas mais finas só eram degustadas em restaurantes. Arrisque um pouco e tente replicar pratos que já experimentou.

Quando estamos focadas em uma atividade, nosso corpo se acalma naturalmente, assim como nossa mente. Assim você pode se conectar com seu interior com mais facilidade.

Como você nunca fez alguns pratos, com certeza vai acabar cometendo erros. Aliás, a forma como vai lidar com isso é o que importa. Dê o seu melhor e preze por estar no momento presente. A evolução virá naturalmente.

2. Pratique atividades físicas

Nada de ficar parada na quarentena, Ok? Isso deixa nosso corpo mais frágil, o que debilita nossa saúde. Aliás, pratique exercícios aeróbicos, mesmo que dentro de casa, para reagir bem à doença em caso de contaminação.

Se a situação de sua cidade permitir, aproveite para correr na rua ou apenas caminhar. Evite ficar deitada no sofá ou na cama nas horas livres; faça coisas construtivas com seu tempo.

Aliás, aproveite para cultivar alguns pensamentos positivos. Treine corrida para deixar seu corpo bonito para o verão, por exemplo, visualizando que tudo terá passado até lá. Isso permite encarar de cabeça erguida a situação atual.

No caso de ter filhos, coloque a criançada para brincar com você. Com certeza será uma ótima atividade física, além de aproximar ainda mais a família.

3. Passe o tempo livre lendo livros

Mesmo com nosso corpo em confinamento, nossa mente pode vagar por vários mundos. É exatamente isso que um livro faz conosco: permite que conheçamos lugares fantásticos.

Como dito no tópico anterior, ficar deitada no sofá vendo TV só vai aumentar sua neura sobre a quarentena. Dessa forma, deixe o celular e a TV de lado e parta para o fabuloso mundo dos livros.

Aliás, você não precisa se concentrar em obras como Harry Potter, Senhor dos Anéis e assim por diante; existem muitos livros técnicos por aí, os quais vão agregar valor ao seu trabalho.

Se você ainda não tem o hábito de ler, comece com uma meta diária de leitura. Nada de tentar ler um livro inteiro de uma só vez. Comece com 10, 20 ou 30 páginas diárias. Nesse ritmo você lerá quase 3 livros por mês — mais do que o brasileiro médio lê por ano.

4. Assistir série e ver filmes também vale na quarentena

Uma pipoca com refri ao lado do mozão vendo um filme na Netflix… tudo de bom!

Os pequenos momentos de nossas vidas são os que mostram quem realmente somos. Nesse sentido, o que você faz repetidas vezes, o conjunto de padrões que expressa delimitam quem você é.

Se você é uma pessoa capaz de reserva um tempo para si mesma, com certeza a ansiedade passará longe de sua vida. Você já viu como são as mulheres que enlouquecem? Estão sempre pensando em filhos, marido e trabalho. Tudo bem manter isso na cabeça, mas lembre-se de tirar um tempinho para você também.

Existem ótimas séries na Netflix, como La Casa de Papel, Lúcifer, Friends e por aí vai. Com certeza você terá ótimos momentos em família — ou sozinha — curtindo um filminho.

5. Aplique alguns princípios de mindfulness em sua vida

Se você estiver muito ansiosa, procure praticar um pouco de mindfulness. Aliás, essa prática vale para qualquer momento do dia, assim como tanto para o estresse quanto para ansiedade.

Um momento muito estressante é o trânsito. Às vezes parece que o carro da frente não anda, não é verdade? E nisso começa o roer de unhas, movimentos repetidos com os pés e a sensação de falta de ar. Quando estiver nesse momento, foque na sensação do toque de suas mãos no volante.

Sinta a textura, a aspereza, se possui imperfeições e todos os detalhes do volante. Concentre-se para manter o foco nas palmas das mãos o tempo todo. Esse exercício acalma o corpo com facilidade.

6. Aprenda uma nova habilidade durante a quarentena

De bobeira em casa na quarentena? É hora de aprender uma nova habilidade!

Estudar é uma capacidade muito importante no mercado de trabalho atual. Saber onde buscar informações, assim como adquirir novos conhecimentos é vital para manter o emprego — ainda mais no momento em que estamos.

Fora isso, quando iniciar um novo curso, preste atenção nas respostas que seu corpo e mente vão fornecer. Será que você tem preguiça de estudar? Gosta de procrastinar tarefas? Quais assuntos te chama atenção?

Responder essas perguntas é se aprofundar no conhecimento de si mesma. Aliás, aproveite para treinar novos padrões. Essa é uma característica humana incrível.

7. Converse consigo mesma

Embora possa parecer coisas de gente doida, conversar consigo mesma na verdade é muito saudável. O isolamento que a quarentena trouxe causou uma falta enorme de contato humano. Por isso que conversar sozinha pode ser algo inevitável, às vezes.

Além disso, conversar sozinha permite que você se conheça melhor. Pegue uma linha de raciocínio e discorra sobre o assunto. Veja quais são suas opiniões, o que pensa sobre determinados assuntos e qual é seu posicionamento.

O ato de conversar sozinha ajuda a se conectar com quem você realmente é. Aliás, por colocar para fora seus pensamentos, naturalmente você ficará mais tranquila.

Um ótimo momento para conversar sozinha é durante o trânsito. Aproveite para comentar o que está passando no rádio ou falar sobre um assunto de seu interesse.

Essas foram 7 formas eficiente de se conectar com seu interior e acalmar o corpo. Você pode adotar quantas delas quiser para sua vida, assim como outras que não foram listadas.

O importante é passar a quarentena sem problemas psicológicos, Ok?!

 

O post Quarentena: 7 formas de se conectar com seu interior e acalmar o corpo apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categories: Medical

4 Exercícios de meditação para enfrentar a quarentena

Sun, 10/11/2020 - 19:32

A meditação é conhecida pelo seu efeito sobre a mente humana. Apenas uma ou duas sessões de meditação já bastam para sua mente ficar mais clara e calma. Aliás, algumas tradições religiosas usam a meditação como caminho espiritual — mas você não precisa seguir este caminho para meditar.

O autocontrole, autoconhecimento, concentração e relaxamento são elementos-chave da meditação. Dessa forma, ela trata ansiedade e nos mantém no presente. Isso é tudo o que você precisa para lidar com a quarentena.

Além disso, a meditação tem sido estudada e empregada no controle de dor crônica (1,2) e ansiedade. Tem se mostrado muito útil no controle do lipedema.

Veja algumas técnicas milenares de meditação!

1. Respiração consciente

A respiração consciente é a arma mais poderosa para enfrentar a quarentena. Aliás, o grupo de psicólogos da Eureka recomenda uma técnica bastante simples de respiração consciente. É um método poderoso para se acalmar em momento de ansiedade.

Veja o passo a passo para praticar a respiração consciente:

  1. Inspire o ar contando até 4.
  2. Segure o ar e conte até 2.
  3. Solte o ar e conte até 6.
  4. Repita o processo de novo.

Praticar essa modalidade de meditação vai fazer uma diferença enorme em sua vida. De fato, após dominá-la, ela servirá para retomar o controle em momento de ansiedade ou estresse.

Embora essa técnica seja para uso em momentos de ansiedade, praticá-la algumas vezes ao dia ajuda a ficar relaxado. Além disso, quanto mais você praticar, mais fácil será usar a técnica no momento certo.

O ideal é realizar essa técnica depois de acordar, antes do almoço e depois da janta. Realizar 30 contagens, totalizando 6 minutos de prática por sessão, já é o suficiente. Ao todo, você terá meditado quase 20 minutos no dia.

Entretanto, não se contente com pouco: aumente a quantidade de repetições durante as sessões. Foque em conseguir meditar pelo menos 40 minutos por dia. Com certeza você vai enfrentar a quarentena com mais atenção e leveza.

2. Caminhada com atenção

Este método é um pouco mais avançado que o anterior; portanto requer que você tenha dominado a respiração consciente.

A ideia da caminhada com atenção é trazer sua mente ao presente. Você já notou como é difícil se livrar de seus pensamentos? É uma tarefa impossível, diga-se de passagem. Nós precisamos lidar — e viver — com eles.

Durante a quarentena, por ficarmos demais enjaulados em casa, nossos pensamentos podem se voltar contra nós mesmos. Aliás, isso também acontece com a depressão e a ansiedade. É péssimo ficar preso em nossas cabeças às vezes, não é verdade?

Porém, note que seus pensamentos não são eventos reais. Além disso, a maior parte do que achamos que vai acontecer no futuro simplesmente não acontece. Então porque ficar vendo e revendo pensamentos sem sentido?

A prática da caminhada com atenção é bastante simples: escolha um local com poucas pessoas e apenas caminhe. No entanto, preste atenção em todos os detalhes: o som dos pássaros, a sensação de movimento, o contato com o solo e assim por diante. Sempre que sua mente divagar — e ela vai fazer isso várias vezes — apenas volte ao presente por meio das sensações.

3. Realize uma atividade por vez

Nossa mente é bombardeada a todo o momento por toneladas de informação. Além disso, nunca estamos realmente presentes no momento presente; mesmo quando estamos junto a quem amamos, checamos o celular toda hora ou nem escutamos com atenção o que o outro tem a falar.

Esse padrão de comportamento tende a gerar pensamentos confusos, os quais trazem a ansiedade. Assim, basta realizar uma atividade por vez para evitar esse problema.

Quando o lendário samurai Miyamoto Musashi foi questionado como sobre venceu tantos oponentes, ele respondeu: “Lutei com um de cada vez”. Essa frase faz parte dos ensinamentos do Budismo Zen, o qual é ótimo para vencer adversidades.

Como colocar isso em prática? Simples: quando estiver comendo, apenas coma; se for lavar a louça, apenas lave a louça; se vai brincar com seu filho, apenas brinque com seu filho. Qualquer coisa extra deve ser descartada. Só para exemplificar, comer olhando para a tela do celular (ou da TV) não é apenas comer — tem o extra do “olhar para a tela”.

Essa prática simples e profunda de atenção é sim um exercício de meditação. Aliás, é muito mais difícil do que parece. Quando você passar a prestar atenção aos seus pensamentos, com certeza vai ver a bagunça que eles são. Esse exercício coloca um pouco de ordem no caos.

4. Aquiete a mente com a meditação sentada

A meditação sentada é uma das formas mais poderosas de meditação. Shakyamuni Buda, o Buda histórico, realizou o despertar por meio dessa prática. Que bela referência, não é verdade?

Mesmo que você não esteja atrás do despertar espiritual, você ainda pode se beneficiar muito da meditação sentada. Aliás, a técnica descrita nas próximas linhas tem um nome específico: Zazen — aquela técnica que a Monja Coen e os demais budistas zen praticam.

Em resumo, você vai precisar de uma cadeira ou almofada e uma parede branca. Coloque o assento de frente para a parede e sente-se. Faça três respirações longas soltando o ar pela boca. Em seguida, continue respirando como de costume. Seus olhos devem estar quase fechados, focando em um ponto invisível na parede — mais ou menos na altura de seu estômago.

Respire com a parte de baixo da barriga. Além disso, não faça força na inspiração; controle apenas a expiração. Busque torná-la o mais longa possível. Formar o Mudra Cósmico com as mãos também é interessante.

Enquanto você estiver sentada olhando para a parede, o turbilhão de pensamento ficará visível. Vai ser um puxa-e-empurra danado, mas você deve voltar sempre às sensações da respiração. Além disso, quando um novo pensamento surgir, dê um título e uma descrição para ele: “Estou pensando em X e Y”.

Pronto, agora você já sabe como praticar uma meditação milenar e muito eficiente para o autoconhecimento. Só tem mais um detalhe: como o objetivo do Zazen é diminuir a atividade mental, os períodos de treino são longos, pois nossa mente precisa de tempo para se aquietar. O ideal é realizar sessões de 40 minutos.

Mantenha um horário reservado para a meditação. Assim você vai criar o hábito com facilidade. Após algum tempo você terá mais facilidade em meditar.

O post 4 Exercícios de meditação para enfrentar a quarentena apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categories: Medical

Dor muscular: como evitá-las e amenizá-las?

Fri, 10/09/2020 - 11:36

A dor muscular é bastante presente na vida dos brasileiros. Uma pesquisa realizada pelo IBOPE e Advil apontou que 63% dos brasileiros têm dores musculares a cada três meses. Isso significa mais de 120 milhões de pessoas a cada trimestre.

No entanto, nem sempre as dores surgem por causa das atividades do dia a dia. Aliás, algumas delas podem significar doenças sérias, as quais precisam de atenção médica. Mulheres por volta dos 40 anos são as mais afetadas.

Portanto, nem sempre aquela dor nas pernas é causada pelo exercício físico; em alguns casos pode ser até um sintoma de doença crônica, como o lipedema. Além disso, varizes e úlceras venosas também causam dores nas pernas. Fique sempre de olho nos sintomas.

A melhor forma de lidar com a dor muscular é não a ter. De fato, existem várias formas de manter a saúde do organismo, o que acarreta em menos dores ao longo da vida.

Preparamos um conteúdo completo sobre dor muscular para você. Não deixe de conferir!

Dor nas pernas: cansaço ou varizes?

Depois de um dia longo de trabalho, é comum sentir algumas dores ao longo do corpo. Aliás, quando o trabalho requer muito deslocamento, as pernas são as que mais sofrem. Lojistas, repositores de estoque e promotoras de marcas estão sempre reclamando de dores nas pernas.

Porém, essa dor pode ocorrer mesmo sem realizar esforço algum. É aí que devemos ter cuidado. O mais comum, nesse caso, são as varizes — as famosas aranhinhas na perna.

Um dos sintomas desse problema aparece justamente no fim do dia: temos a sensação de pernas pesadas e cansadas. Mas somente essas sensações não rotula o problema como “varizes”: é importante identificar outros sintomas.

Em resumo, a variz fica estampada na pele. Ela pode tomar a formas de vasos em forma de teias ou aparecer como caroços. Ao notar qualquer uma das formações em sua pele, consulte um especialista o quanto antes.

Um erro comum de mulheres que sofrem desse mal é esperar até que novas varizes apareçam. No entanto, quando a segunda aparecer, a primeira já estará em um estágio mais avançado, o que dificulta o tratamento.

Por falar em tratamento, os mais comuns são cirurgia, laser e aplicação. Porém, há espaço para comprimidos e cremes, mas os recomendados são cirurgia e laser.

Não deixe a variz piorar, OK? Vá a um especialista ao notar algo fora do normal!

Sua dor muscular nas pernas pode ser um indício de úlcera venosa?

Como ficou claro no tópico anterior, nem sempre uma dor muscular é, de fato, uma dor muscular. Nesse sentido, ela pode estar relacionada a alguns problemas mais graves de saúde, e um deles é a úlcera venosa.

São estimados que 1,5% da população da Europa sofra desse mal durante a vida. É um verdadeiro problemão, não é mesmo?

Em resumo, uma úlcera venosa fica localizada próxima ao tornozelo e possui evolução lenta. Uma característica é a melhora da dor quando o membro é elevado; ela costuma ter uma piora durante a noite.

Os fatores que corroboram para essa doença são a obesidade, ficar muito tempo em pé ou sentado, ser sedentário e a idade. Além disso, as mulheres têm mais chances de sofrer com as úlceras. Os homens mais afetados são os que trabalham com aviação, ficam de pé parados ou sentados por muito tempo.

Outros fatores importantes incluem o sedentarismo, hábito de fumar, dieta pobre em nutrientes e histórico familiar. A úlcera pode ser ocasionada por causa de outras doenças como diabetes, aterosclerose, problemas nos tecidos das veias, trombose e até hipertensão venosa.

Para tratar a úlcera, o ideal é realizar movimentos com a perna. Não precisa se esforçar muito: apenas movimentar os pés já ajuda bastante. Além disso, mantenha o membro elevado o máximo possível. Usar meias elásticas também é bastante recomendado.

Você corre o risco de ter lipedema?

Outra condição que causa dor nas pernas, mas que não está relacionada com os músculos é o lipedema. Todavia, vale ressaltar que até os profissionais da saúde têm dificuldade na hora de diagnosticar essa doença. Não seja precipitada ao ler sobre os sintomas, OK?

Um dos principais sintomas do lipedema é a formação de “pilares” de gordura nas pernas. Além disso, “pochetes” de gordura também ficam localizadas nos quadris e nas nádegas. Essas formações apresentam dor ao toque ou quando pressionadas. O uso de roupas apertadas se torna impossível, em alguns casos.

Ninguém sabe ao certo o que causa essa condição. Porém, como as mulheres são maioria, especialistas acreditam que possa haver relação com hormônios. Via de regra, a doença aparece na menopausa, gravidez ou até no fim da puberdade. Há indícios de que fatores genéticos também contribuem para o surgimento da doença.

A melhor forma de prevenir esse mal é com atividade física. Pessoas com casos na família devem praticar pelo menos 45 minutos de esportes, de preferencia aquáticos, 3 vezes por semana. O uso de roupas de compressão é indicado.

Para quem já sofre com a doença, a higiene e hábitos saudáveis são vitais. Mantenha a pele limpa e, se achar necessário, use cremes de pH neutro. Evite roupas apertadas, sutiã, saltos e cintos.

Como amenizar dor muscular em geral?

Com exceção das doenças descritas anteriormente — e algumas outras mais raras —, a dor muscular é causada pela má postura, atividade física intensa e prática de esporte. Aliás, a dor pode durar alguns dias após sua causa, pois há inchaço no músculo lesionado.

O mais recomendado é fazer o famoso tratamento RGCE:

  •       Repouso: O repouso deve ser feito para que o músculo se recupere da lesão. Além disso, sempre que forçar a parte dolorida, repouse por um tempo.
  •       Gelo/Calor: A causa da dor é o inchaço nos músculos, portanto, o gelo é seu maior aliado analgesico e o calor o melhor antiinflamatório natural. O ideal é manter o gelo por cerca de 15 minutos sobre o músculo lesionado.
  •       Compressão: Usar uma cinta de compressão limita os movimentos, ou seja, impede que a lesão fique mais dolorida.
  •       Elevação: Por fim, mantenha a parte dolorida elevada. Isso alivia o inchaço e diminui a dor muscular.

Lembre-se de manter uma dieta balanceada. Comer de tudo um pouco torna nosso corpo mais resistente e saudável. Aliás, também ajuda a aliviar algumas dores. Por fim, pratique exercícios físicos com regularidade. Essa é a melhor forma de evitar a dor muscular.


Assine o melhor canal de saúde no Youtube

 


Assine o melhor canal de saúde no Youtube

O post Dor muscular: como evitá-las e amenizá-las? apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categories: Medical

Como amenizar as dores durante o horário de trabalho

Tue, 09/29/2020 - 10:58

Durante o horário de trabalho é comum que os profissionais sintam diversas dores, como na cabeça, nas costas, punhos e pernas. Elas podem surgir tanto em pessoas que trabalham em pé quanto naquelas que ficam sentadas o dia todo, pois geralmente as dores estão ligadas aos esforços do serviço, às condições inadequadas que o corpo permanece por um longo período e ao estresse.

Se você tem uma rotina de trabalho, sabe que essas dores são bastante frequentes. Mas, o que talvez você não saiba é que existem maneiras de amenizá-las e até eliminá-las do dia a dia. Isso é ótimo, afinal, assim você vai melhorar seu bem-estar e sua saúde.

Então, continue lendo para conferir 7 dicas sobre como amenizar as dores durante o horário de trabalho e, assim, melhorar a qualidade de seu cotidiano!

Faça alongamento várias vezes ao dia

É indicado fazer alongamento antes, durante e depois do dia de trabalho, porque ele ajuda a diminuir a tensão e a relaxar os músculos. Sendo assim, o alongamento é capaz de amenizar diversas dores que você pode sentir ao longo do dia, como nas costas, pernas, punhos e no pescoço.

Separe um tempo durante o trabalho para fazer uma pausa e nesse momento aproveite para se alongar. Lembre-se que essas pausas são importantes para relaxar tanto a cabeça quanto o corpo e elas devem fazer parte de sua rotina diária.

Os exercícios de alongamento têm que ser simples e feitos de acordo com o seu limite, para que você não se machuque e tenha mais dores em vez de eliminá-las. O ideal é praticar pelo menos 5 minutos de alongamento antes, durante e depois do trabalho para sentir os benefícios da prática.

Pratique atividades físicas regularmente

Além de fazer os alongamentos, você deve praticar atividades físicas regularmente, pois elas fortalecem a musculatura do seu corpo. Dessa forma, ele fica mais bem preparado para realizar as tarefas do cotidiano, inclusive o trabalho.

Então, se você não tem o hábito de se exercitar, encontre um exercício que você goste de fazer e adicione-o à sua rotina. A prática de atividades físicas também é importante, porque ela pode diminuir o estresse, que é outro causador de dores durante o horário de serviço.

Tenha uma alimentação saudável

Ter uma alimentação equilibrada e saudável é essencial para que o seu corpo funcione de forma adequada e, assim, tenha menos dores. Por isso, se você ainda não se alimenta bem, precisa criar esse hábito.

Adicione às suas refeições verduras, legumes, frutas e alimentos com fibras, como os cereais e castanhas. Lembre-se também de diminuir o consumo de refrigerantes, comidas gordurosas ou muito açucaradas.

E, é claro, não se esqueça de beber bastante água durante o dia, porque essa ação melhora muito o funcionamento de diversas áreas de seu organismo.

Faça massagens

As massagens são interessantes para amenizar dores durante o horário de trabalho, por duas razões principais. Primeiro, porque elas aliviam tensões musculares e segundo, porque também podem diminuir estresse e ansiedade.

Sendo assim, ao realizar massagens você ameniza dores e se sente mais relaxada, aumentando o seu bem-estar. A massagem é tão importante para aliviar dores, que existem empresas que já oferecem massagens rápidas durante o expediente para seus colaboradores.

Caso trabalhe em casa ou sua empresa não ofereça esse benefício, você pode marcar sessões de massagens antes ou após o seu horário de serviço para aliviar suas dores e se sentir mais preparada para o dia.

Use roupas confortáveis e que auxiliem no bem-estar do corpo

Você sabia que as roupas que usa durante o trabalho influenciam em seu bem-estar? Algumas podem evitar o aparecimento de dores enquanto outras o provocam. Roupas leves, por exemplo, não adicionam peso ao seu corpo e lhe auxiliam a evitar dores, principalmente se você tiver que trabalhar em pé o dia todo.

Sapatos apertados ou de salto alto também devem ser evitados se você trabalha em pé o dia inteiro, porque podem prejudicar a circulação e não são confortáveis. Caso você trabalhe em pé ainda é indicado usar meias de compressão, pois elas ajudam a melhorar a circulação.

Lembre-se de manter uma boa postura durante o dia

As dores nas costas podem afetar pessoas que trabalham em pé ou sentadas o dia inteiro, porque geralmente ela é causada por uma posição inadequada. 

Os profissionais que passam o dia todo em pé, por exemplo, podem ficar com a coluna inclinada, enquanto os que ficam sentados podem permanecer em posições erradas por um longo período ocasionando a dor nas costas.

Por isso, é fundamental que você se lembre de manter uma boa postura durante o dia. Se você trabalha sentada, lembre-se de corrigir sua postura e não ficar muito tempo em posições inadequadas. Já se você trabalha em pé, em seu intervalo, procure um lugar para se sentar se quiser descansar, mas mantenha uma boa postura para não prejudicar sua coluna.

Independente do seu modo de trabalho, você também não pode se esquecer de se movimentar durante o dia. Caminhe até outro ambiente de sua casa ou da empresa no seu intervalo, levante-se para pegar água ou um lanche da tarde. Assim, você evita a fadiga e melhora o funcionamento do seu corpo.

Ajeite seu local de trabalho

Caso você trabalhe sentada o dia inteiro, boa parte de suas dores pode ser causada por um local de trabalho inadequado. Dores nos punhos, por exemplo, podem ser provocadas, porque eles não são apoiados na mesa. Então, acabam tendo que fazer um esforço maior do que o necessário, gerando dor na região.

Sendo assim, é fundamental que você organize seu local de trabalho para que ele seja adequado ao seu corpo. Alguns dos itens que você precisa são uma cadeira ergométrica para ficar sentada e um local para apoiar a mão e os pulsos quando estiver trabalhando com um computador.

Além disso, é importante deixar seus equipamentos, como computador, teclado e mesa, em uma altura adequada para você, pois assim sua postura não será prejudicada durante o trabalho.

Se seguir essas dicas em seu cotidiano, você conseguirá amenizar dores durante o horário de trabalho e, consequentemente, ainda vai melhorar sua saúde e seu bem-estar. Caso suas dores sejam mais frequentes nas pernas, confira também exercícios para reduzir a dor nas pernas

 

O post Como amenizar as dores durante o horário de trabalho apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categories: Medical

Hipertensão: conheça os perigos e saiba como evitá-la

Tue, 09/29/2020 - 08:17

A hipertensão é uma doença que afeta milhares de pessoas, sendo que no Brasil pelo menos um entre cada quatro adultos é afetado pela famosa “pressão alta”. Mesmo sendo comum, muitas pessoas não sabem quais são os perigos da hipertensão e como se cuidar para evitá-la.

Sendo assim, pessoas que já possuem a doença ficam mais expostas aos riscos e aquelas que ainda não possuem, em alguns casos, acabam desenvolvendo a hipertensão.

Para que você possa se precaver e cuidar da sua saúde, vamos explicar neste post quais são os perigos dessa doença e como evitar sua ocorrência!

O que é a hipertensão e quais são os riscos da doença

Ela é uma doença crônica que se caracteriza por apresentar níveis elevados de pressão sanguínea nas artérias. Na maior parte dos casos, a hipertensão é herdada dos pais, mas ela também pode aparecer devido ao estilo de vida do indivíduo.

Alguns fatores e hábitos que influenciam no aumento da pressão arterial são, por exemplo, a obesidade, níveis altos de colesterol, o fumo, sedentarismo, estresse, consumo elevado de sal e bebidas alcóolicas.

E, como saber se alguém está com essa doença? Se as pressões máxima e mínima da pessoa estiverem iguais ou superiores a 140/90 mmHg (14 por 9), significa que ela possui hipertensão.

Outros sintomas que uma pessoa com hipertensão pode apresentar se a pressão estiver muito alta são: tontura, dor de cabeça e no peito, fraqueza, zumbido no ouvido, visão embaçada e até sangramento no nariz.

O problema dessa doença é que, devido ao aumento da pressão arterial, o coração precisa fazer um esforço maior do que o normal para distribuir o sangue pelo corpo da forma correta. Sendo assim, a hipertensão aumenta a probabilidade de uma pessoa ter infarto, acidente vascular cerebral (AVC), aterosclerose, aneurisma arterial, insuficiência cardíaca e renal.

Por isso, quem já possui a doença deve cuidar da saúde regularmente para não ficar exposta a esses riscos. E, quem ainda não possui, tem que se prevenir para não desenvolver a hipertensão.

Diagnóstico e tratamento para pressão alta

A única forma de diagnosticar a hipertensão é medindo a pressão. Por essa razão, todos devem realizar essa ação com uma determinada frequência. Para pessoas que têm 20 anos ou mais, por exemplo, o recomendado é medir a pressão uma vez ao ano.

Já para pessoas que têm casos de hipertensão na família, o indicado é medir a pressão no mínimo duas vezes ao ano. Isso é importante, porque como foi dito, a pressão alta geralmente é herdada.

Além disso, sabe-se que a hipertensão é mais comum em idosos, diabéticos e pessoas negras. Então, quem faz parte de algum desses grupos também deve monitorar a pressão regularmente.

Hipertensão não tem cura, mas é possível tratá-la para controlá-la e, assim, diminuir as chances de haver complicações causadas pela doença. O tratamento, que pode ser feito com medicamentos e mudanças no estilo de vida, deve ser sempre passado por um médico. Afinal, ele sabe exatamente quais são os melhores medicamentos e hábitos para receitar em cada caso.

Por isso, se uma pessoa sentir alguns dos sintomas da hipertensão ou confirmar que está com a pressão elevada, ela deve sempre ir ao médico para ter um diagnóstico exato. E, se necessário, para receber um tratamento adequado.

Como evitar o desenvolvimento da hipertensão

Mudar o estilo de vida é uma das formas de controlar a hipertensão. Mas, essa atitude de adquirir uma vida mais saudável também é benéfica para evitar o desenvolvimento da doença no organismo.

Então, todos precisam saber como levar essa vida mais saudável. Por isso, listamos abaixo 5 atividades que, quando feitas regularmente, podem lhe ajudar na prevenção da hipertensão:

Tenha uma alimentação saudável

Ter uma alimentação saudável é essencial para prevenir a hipertensão. Sendo assim, se ainda não tem esse hábito, você precisa começar a montar pratos mais saudáveis em suas refeições.

Frutas, legumes e verduras, por exemplo, devem estar presentes em seu cotidiano. Já alimentos muito gordurosos, como frituras, têm que ser evitados. É necessário também moderar o consumo de açúcares, principalmente se você tiver diabetes.

Caso você goste de refrigerantes e bebidas alcoólicas, lembre-se de que também é preciso diminuir a ingestão desses líquidos.

Não exagere na ingestão de sal

O sal pode influenciar na pressão arterial quando consumido em excesso, porque ele possui sódio. Este retém líquido no organismo e isso aumenta o volume de fluidos nos vasos sanguíneos. Consequentemente, a pressão arterial é elevada.

Não é necessário e nem recomendado eliminar o consumo de sal, porque ele também é benéfico para o organismo. Mas, é preciso tomar cuidado para não exagerar na quantidade de sal colocada nas refeições. Cuidado com o sal nas comidas prontas.

Não fume

Como foi dito, o fumo é um dos fatores que influencia no desenvolvimento da hipertensão. Por isso, parar de fumar é obrigatório para quem deseja se proteger da pressão alta.

Ainda, parar de fumar traz mais benefícios para o seu organismo, como a melhora do olfato, paladar, funcionamento do coração e pulmão. Então, é muito importante para a sua saúde e bem-estar largar esse hábito. Veja 8 benefícios de parar de fumar.

Lembre-se de relaxar

O estresse também é uma das causas da hipertensão. Sendo assim, você deve se lembrar de relaxar frequentemente. Existem diferentes formas de descansar e você tem que adicionar ao seu cotidiano as suas maneiras preferidas.

Você pode, por exemplo, separar um horário em seu dia para assistir a uma série ou filme, ler um livro, fazer ioga e até cozinhar.

Pratique atividades físicas

Praticar exercícios físicos ajuda a controlar a pressão alta, pois essa ação auxilia a equilibrar os níveis de colesterol e glicemia, melhora a condição cardiovascular e diminui o percentual de gordura corpórea no organismo.

Sendo assim, você deve encontrar uma atividade física que lhe agrade e começar a praticá-la. Caso já tenha hipertensão, é fundamental que você faça uma avaliação médica antes de começar a realizar os exercícios físicos.

Independentemente de sua condição, ou seja, se tem ou não a hipertensão, é essencial que você adicione esses hábitos em seu dia a dia. Assim, você pode se prevenir dos riscos da doença ou evitar sua ocorrência.

Caso sinta sintomas, lembre-se de consultar um médico para receber um diagnóstico e tratamento, se necessário.

Agora que você sabe quais são os perigos da hipertensão e como evitá-la, veja também a importância de beber água para a saúde

 

O post Hipertensão: conheça os perigos e saiba como evitá-la apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categories: Medical

Dores de cabeça: conheça tipos de dores de cabeça e saiba como tratá-los

Tue, 09/29/2020 - 08:07

A dor de cabeça é um problema enfrentado por milhares de pessoas diariamente. Ela pode aparecer raramente e de forma leve ou ser constante e até atrapalhar a realização de atividades do dia a dia. Em certos casos, ela surge acompanhada de outros incômodos que atrapalham ainda mais o cotidiano da pessoa.

A maneira que ela atua pode variar, porque existem diferentes tipos de dores de cabeça, com sintomas e tratamentos distintos. Então, caso você sofra com dores de cabeça, é fundamental descobrir qual é o tipo de dor que lhe incomoda, pois só assim saberá qual é o tratamento adequado para você.

Pensando nisso, listamos abaixo 5 tipos de dores de cabeças, quais são os seus sintomas e tratamentos!

Tipos de dores de cabeça 1.  Enxaqueca

A enxaqueca, que é com certeza o tipo de dor de cabeça mais conhecido pela população, afeta principalmente mulheres e jovens adultos. Ela é uma dor unilateral, ou seja, que afeta somente um lado da cabeça e é pulsátil. A intensidade da dor pode ser forte ou moderada.

Além dessa dor, a enxaqueca também pode apresentar outros sintomas, como enjoos, sensibilidade à luz, sons e cheiros. Não se sabe ainda quais são todas as causas da enxaqueca, mas alguns itens que podem provocar uma crise são:

  • Estresse;
  • Insônia;
  • Jejum;
  • Consumo de determinados alimentos e bebidas, como chocolates, queijos, bebidas alcoólicas e café.

Sendo assim, para evitar crises o ideal é impedir que esses itens sejam parte do cotidiano. Ou seja, a pessoa que sofre de enxaqueca não deve ficar em jejum por um longo período, tem que evitar o consumo dos alimentos e bebidas citados, melhorar a qualidade do sono e praticar exercícios físicos.

Para diminuir a dor da enxaqueca, é indicado tomar analgésicos comuns, como ibuprofeno e paracetamol. Contudo, se as dores forem frequentes, o mais indicado é procurar um médico. Isso é essencial, porque o profissional fará o diagnóstico correto e passará o tratamento adequado para o caso em questão.

Além disso, quando tomados regularmente, os analgésicos comuns também podem deixar de fazer efeito. Por isso, procurar um médico é fundamental para tratar a enxaqueca.

2. Cefaleia provocada por sinusite

Se você tem sinusite, provavelmente está familiarizada com esse tipo de dor de cabeça. Ele é causado devido a uma inflamação nos seios nasais e pode se apresentar de forma leve ou intensa.

A cefaleia provocada por sinusite ainda pode vir acompanhada de outros incômodos, como dor na face, tosse, congestão nasal e até febre. Para tratar esse tipo de dor, o indicado é tomar antibióticos usados no tratamento de sinusite, analgésicos e descongestionantes para aliviar a inflamação nos seios nasais.

É importante lembrar também que é comum pressionar com as mãos a região dos seios nasais para diminuir o incômodo e a coriza, mas essa ação pode piorar ainda mais a dor de cabeça. Sendo assim, é preciso tomar cuidado.

Caso você tenha crises de sinusite regularmente e, consequentemente, dores de cabeça, é recomendado consultar um médico para que ele lhe indique os melhores remédios para suas crises.

3. Tensional

Esse tipo de dor de cabeça é bastante comum e já foi sentido por boa parte da população. A cefaleia tensional é muito comum, porque é causada por estresse, ansiedade, cansaço e até má postura.

Ela aparece, pois esses itens costumam provocar tensão nos músculos do pescoço, do couro cabeludo e das costas. A dor da cefaleia tensional, que pode ser moderada ou forte, é como uma pressão que geralmente afeta a testa e as laterais da cabeça.

Se a dor estiver forte, a pessoa pode ter dificuldade para realizar certas ações do cotidiano, como se concentrar e até dormir.  A cefaleia tensional pode causar também sensibilidade à luminosidade, sons e em regiões do corpo, por exemplo, os ombros e a nuca.

Para tratar essa dor, é recomendado praticar atividades que relaxem a mente e o corpo, como tomar um banho quente, fazer yoga e massagens. Se essas ações não fizerem efeito, o mais indicado é tomar analgésicos.

4. Cervicogênica

A dor de cabeça cervicogênica é uma consequência de outra condição do indivíduo, como lesões no pescoço e má postura. Por isso, ela costuma afetar profissionais que realizam atividades que causam tensão no pescoço, por exemplo, cabeleireiros, maquiadores e demais profissionais que trabalham com serviços manuais.

Mas, é importante lembrar que ela também pode aparecer em pessoas que não atuam nessas profissões. Então, é fundamental prestar atenção nos sintomas.

A dor de cabeça cervicogênica geralmente começa como uma dor no pescoço que evolui para a cabeça, tanto na parte de trás quanto na da frente. Ela ainda pode provocar outros sintomas, como dor no ombro e nos braços, náusea, sensibilidade à luz, a sons e rigidez no pescoço (que pode causar dificuldade para movimentá-lo).

O tratamento para cefaleia cervicogênica pode ser feito com analgésicos, medicamentos que necessitam de receita ou fisioterapia. No caso dessa dor de cabeça, é melhor consultar um médico para que ele descubra a causa exata dela e lhe dê um tratamento adequado para o problema.

5. Cefaleia em salvas

Essa dor de cabeça é a menos comum na lista e suas causas ainda são desconhecidas. Existem diversos estudos sobre a cefaleia em salvas, mas o que se sabe por enquanto é que ela afeta mais os homens e provoca uma dor bastante intensa.

O incômodo geralmente afeta apenas um lado da cabeça, a região em volta do olho e dura de 15 minutos a 3 horas. Ela ainda pode aparecer juntamente a um entupimento nasal, lacrimejamento e vermelhidão no olho que fica no lado da cabeça afetado pela cefaleia em salvas.

Para tratar esse tipo de dor de cabeça, os médicos costumam indicar analgésicos mais fortes e anti-inflamatórios. Mas, lembre-se de não se automedicar caso tenha os sintomas. É fundamental que você vá ao médico para ter certeza de que é essa a dor de cabeça que está lhe incomodando e para receber boas instruções para diminuir e evitar esse problema.

Independente do tipo de dor de cabeça que esteja sentindo, o aconselhável é sempre consultar um especialista para que ele faça um diagnóstico e passe o tratamento correto para você. Se suas dores de cabeça forem frequentes, essa atitude é ainda mais importante.

O post Dores de cabeça: conheça tipos de dores de cabeça e saiba como tratá-los apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categories: Medical

Conheça os riscos do consumo excessivo de energéticos

Fri, 09/18/2020 - 15:51

Muitas pessoas têm o costume de consumir energéticos para ficarem acordadas por um longo período. Elas podem fazer isso para aproveitar uma festa, por exemplo, e até mesmo para não dormir no trabalho ou em uma aula.

Se você já consumiu esse tipo de bebida ou presenciou outras pessoas consumindo, sabe que o energético é capaz de melhorar a disposição de certos indivíduos. Mas, é importante tomar cuidado com a ingestão dessa bebida, pois o consumo excessivo de energéticos pode trazer vários riscos para a saúde.

Para que você saiba quais são as consequências de consumir energéticos em excesso, agora vamos listar os principais riscos dessa ação.

Quem pode tomar energético

Antes de listar quais são os riscos de consumir em excesso essa bebida, é essencial lembrar que a ingestão de energético não é recomendada para determinados grupos de pessoas.

Indivíduos que devem evitar o consumo de energético em qualquer quantidade são: gestantes, idosos, crianças e quem possui alguma enfermidade, como hipertensão, diabetes ou problemas cardíacos.

Eles não devem consumir a bebida, porque as substâncias presentes nela podem causar danos mais graves para esses organismos. Pessoas hipertensas, por exemplo, podem elevar a pressão arterial ao tomar muito energético, pois esse possui uma alta quantidade de cafeína. Ou seja, mesmo consumindo uma pequena quantidade da bebida, elas podem correr um grande risco.

Sendo assim, se você faz parte de algum dos grupos citados acima, evite tomar energéticos.

Riscos do consumo excessivo de energéticos

Caso você não faça parte dos grupos que devem evitar a ingestão da bebida, pode tomá-la de forma esporádica. Verifique, agora, quais são os riscos de consumi-la excessivamente para lembrar-se de não ingerir mais do que o recomendado.

Energético possui muita cafeína

A cafeína estimula o sistema nervoso central e, assim, faz com que as pessoas se sintam mais dispostas e alertas. Por isso, esse é um ingrediente que está presente em grande quantidade em praticamente todas as bebidas energéticas.

Apesar de cumprir o objetivo de manter o consumidor acordado por mais tempo, ingerir cafeína em excesso não faz bem para a saúde.

Quando consumida excessivamente essa substância prejudica a saúde, porque pode desidratar o organismo e ainda intoxica-lo, causando náuseas, tremores, aumento da frequência dos batimentos cardíacos e insônia.

Lembre-se de que isso não significa que você deve cortar totalmente a cafeína de seu cotidiano. Mas, como em excesso ela é prejudicial à saúde e o energético concentra uma alta quantidade da substância, esse tem que ser consumido moderadamente.

Há diversos estimulantes no produto

Além da cafeína, um energético possui mais estimulantes em sua composição, como guaraná, taurina, açaí, creatina, entre outros. Eles ajudam a pessoa a manter a disposição, mas assim como a cafeína, também são prejudiciais quando consumidos em excesso.

Se forem ingeridos em grande quantidade, esses estimulantes também podem causar irritabilidade, ansiedade, insônia, tremores e aumento da frequência dos batimentos cardíacos.

Por isso, deve-se evitar ingeri-los em excesso. Entretanto, da mesma forma que acontece com a cafeína, esses estimulantes não precisam ser cortados de sua alimentação. Você pode consumir açaí ou guaraná, por exemplo, em quantidades moderadas. Dessa forma, pode aproveitar os benefícios das substâncias sem prejudicar sua saúde.

A presença de sódio e açúcar também é grande

Outros ingredientes que costumam estar presentes em grande quantidade nos energéticos são o sódio e o açúcar. O consumo excessivo de sódio no dia a dia deve ser evitado, porque pode provocar problemas graves, como hipertensão e inchaço.

Ingerir uma bebida com quantidade elevada de açúcar também é preocupante, principalmente para pessoas que têm predisposição para ter diabetes, pois essa pode ser desenvolvida por um consumo exagerado da substância.

Apesar de ser mais preocupante para quem tem uma predisposição à diabetes, o consumo exagerado de açúcar deve ser evitado por todos. Isso é fundamental, porque quando ingerido em excesso, o açúcar provoca um pico de glicemia no organismo.

No momento, isso pode parecer agradável para a pessoa, mas depois, ela vai sentir um cansaço ainda maior do que ela estava sentindo antes de tomar o energético. Para diminuir a sua ingestão de açúcar, existem duas ações que podem ser realizadas.

Uma delas é checar a quantidade de açúcar em energéticos de marcas diferentes, pois ela pode variar de acordo com a fabricante, e escolher a opção com a concentração mais baixa.

A segunda alternativa é optar por bebidas energéticas sem açúcar. Mas, não se esqueça de que não é porque não há essa substância que você pode abusar do produto. Um energético sem açúcar traz menos riscos para o seu organismo, mas ele ainda contém diversos estimulantes.

A bebida pode viciar

Como o energético possui açúcar e estimulantes, por exemplo, a cafeína, ele pode sim viciar quando consumido de forma exagerada. Isso acontece porque o produto para de fazer efeito no organismo e a pessoa precisa ingerir cada vez mais uma quantidade maior da bebida para alcançar a sensação de disposição que obtinha antes.

A mistura de energético com álcool é perigosa?

Misturar energético com álcool é uma prática frequente, mas bastante perigosa, já que pode aumentar os efeitos negativos de ambas as substâncias no organismo. E por que isso acontece?

O energético estimula o sistema nervoso central, enquanto o álcool o deprime. Sendo assim, quando há a mistura das duas substâncias, o indivíduo precisa beber mais energético para obter energia.

Então, quando consumida, essa combinação pode causar suor, um grande aumento na frequência dos batimentos cardíacos e na liberação de adrenalina. Além disso, como foi dito, consumir energético em excesso pode levar à desidratação do organismo. 

Como o álcool é diurético, a combinação dele com a bebida energética pode provocar uma desidratação ainda maior do corpo. Por isso, mesmo em pequenas quantidades, a mistura de energético e álcool deve ser evitada.

O consumo moderado somente da bebida energética não traz consequências negativas, se você estiver fora dos grupos de risco. Mas, em excesso, o energético pode causar diversos problemas que foram citados aqui, como desidratação e até vício.

Sendo assim, lembre-se sempre de consumi-lo com moderação. E, para manter seu organismo ainda mais saudável, que tal conferir 8 benefícios de parar de fumar? 

 

O post Conheça os riscos do consumo excessivo de energéticos apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categories: Medical

Comida congelada e seus riscos à saúde

Thu, 09/03/2020 - 16:26

A correria do dia a dia muitas vezes dificulta o preparo e o consumo de alimentos frescos. Nessas horas, é muito fácil e prático recorrer às comidas congeladas. Algumas pessoas costumam congelar a própria comida para facilitar na hora das refeições. Outras, gostam mesmo é dos pratos prontos, os chamados congelados industrializados. Apesar de toda a praticidade, esse é um hábito que sugere cuidados, pois pode causar riscos à saúde. Saiba mais:

1. Comida congelada pode fazer mal à saúde?

A resposta para essa pergunta depende de alguns fatores. Se a comida congelada for do tipo industrializada, o risco de desenvolver doenças é sim, muito grande, uma vez que há nesse tipo de alimento muitos ingredientes ruins para o corpo humano.

No caso de comida caseira congelada, o risco pode estar no tipo de alimento que é congelado e também na forma como essa comida é armazenada, o que pode provocar a contaminação e a proliferação de fungos e bactérias.

Ovos, folhagens, iogurtes e queijos, por exemplo, não devem ser congelados. Legumes e verduras, antes de irem ao congelador, precisam passar pelo processo de branqueamento, ao qual consiste em ferver o alimento e logo depois banhá-lo em água gelada.

Carne descongelada não pode voltar ao freezer, pois há risco de contaminação por micro-organismos.

Mas então, como posso congelar os alimentos de forma correta? Ainda nesse artigo você terá algumas dicas para congelar seus alimentos de forma mais saudável.

 

2. Quais são os riscos de consumir alimentos mal congelados?

Ao congelar alimentos de forma equivocada, alguns problemas podem surgir. Dentre eles, podemos citar:

  • Alteração na textura, no sabor e na aparência dos alimentos. Muitos itens congelados mudam completamente ao serem descongelados, tornando-se até inaptos para o consumo;
  • No caso de folhas e de alguns legumes e verduras, estes alimentos podem murchar durante o congelamento, impedindo o consumo e aumentando o desperdício;
  • Alimentos que são descongelados e congelados novamente são alvo fácil da proliferação de bactérias e outros micro-organismos nocivos à saúde, podendo causar problemas intestinais graves;
  • A falta de higiene e o manuseio incorreto dos alimentos também aumenta os riscos de contaminação e a incidência de doenças.

 

3. Comida congelada tem prazo de validade

Outro ponto que deve ser considerado quando se consome comidas congeladas, é o prazo de validade desses alimentos. Muita gente pensa que por estar congelado, tal alimento não vence, ou seja, não se torna impróprio para o consumo. Contudo, isso não é verdade.

Para que a sua saúde não fique comprometida, o recomendado é consumir alimentos congelados no máximo até três meses depois que eles forem levados ao freezer.

 

4. Como congelar a sua comida de maneira saudável?

Congelar a comida da forma correta, prolonga a vida útil dela na geladeira, conserva suas características e sabores, e ainda evita a contaminação e proliferação de doenças. Entre os hábitos saudáveis a se adotar, podemos citar:

  • Use embalagens específicas para o congelamento. Mantenha todas bem fechadas no congelador ou use saquinhos com vedação própria;
  • Congele a embalagem em porções certas para o consumo, de modo a prevenir o descongelamento de todo o produto;
  • Escreva a data de validade no pote ou no saquinho que embala o alimento, incentivar o consumo dentro do prazo viável;
  • Descongele apenas o que for usar naquele momento. Isso vale também para os industrializados, como pizzas e lasanhas.

 

5. Comida congelada industrializada deve ser evitada

A comida congelada industrializada também é muito consumida, principalmente por quem mora sozinho. Mas, esse é um tipo de alimento extremamente nocivo à saúde, por vários motivos.

Isso porque os alimentos congelados são ricos em sódio, gorduras e aditivos, e estes por sua vez, afetam a saúde do corpo. Por essa razão, eles devem ser evitados especialmente por pessoas que têm problemas cardíacos e hipertensos.

Outro fator de atenção é que a comida industrializada também aumenta a ocorrência de doenças em pessoas saudáveis, principalmente quando o consumo é frequente.

No entanto, se realmente for necessário ingeri-los, vale a pena tomar alguns cuidados, como:

  • Analisar o rótulo e buscar opções um pouco mais saudáveis. Veja a lista de ingredientes. Quanto menos componentes, melhor;
  • Evitar comprar comidas que tenham molho, calda ou algo semelhante;
  • Verificar se existe líquido congelado. Esse é um sinal de que o produto sofreu oscilações de temperatura e pode estar contaminado;
  • Evitar produtos com muita adição de sódio e de gordura, duas substâncias que fazem muito mal à saúde, especialmente ao coração;
  • Não comprar produtos que, mesmo quando “naturais”, já causam riscos à saúde, como por exemplo: pizzas, nuggets, sanduíches e outros alimentos do tipo;
  • Prefira os congelados mais saudáveis, e consuma a vontade legumes, hortaliças e frutas, pois esses alimentos geralmente conservam os seus nutrientes mesmo depois de congelados, sem contar que são opções práticas para o dia a dia.
Riscos das comidas congeladas industrializadas para a sua saúde

Comidas congeladas podem ser uma grande ajuda nos dias muito corridos, mas se consumidas em excesso podem causar vários problemas de saúde. Entenda por quê:

  • Aumento de peso

Comidas congeladas industrializadas quase sempre são muito calóricas, ricas em açúcar, gordura e/ou sal. Quando ingeridas com frequência, estimulam o ganho de peso de forma nada saudável.

Sem contar que, por serem pouco nutritivas, elas não dão saciedade, fazendo com que o indivíduo tenha que comer maiores quantidades para se sentir satisfeito, o que contribui para o aumento do peso.

  • Surgimento de doenças

Hipertensão, problemas cardíacos, dores de cabeça, problemas gastrointestinais e muitas outras complicações podem surgir por causa do alto consumo de pratos prontos, uma vez que os seus ingredientes aumentam o número de toxinas do organismo, tornando-o mais suscetível a problemas de saúde. Possuem muitos ingredientes pró-inflamatórios que podem iniciar ou piorar sintomas mais diversos.

  • Agravamento de problemas de saúde

Quem sofre com diabetes, hipertensão, doença cardíaca, alergias, enxaquecas e muitas outras enfermidades, precisa redobrar a atenção ao se alimentar com esse tipo de prato. Os sintomas podem piorar, inclusive interferindo negativamente na qualidade de vida do indivíduo.

  • Paladar fica mal-acostumado

As comidas congeladas são elaboradas com uma grande quantidade de ingredientes, aditivos, conservantes e outros produtos químicos para conservar a sua vida útil, reforçar o sabor, a cor e a textura dos alimentos. Todavia, todo esse processo também modifica o nosso paladar.

Ao consumir esses alimentos com frequência, o nosso paladar acaba por se acostumar com esses sabores, tanto que é possível que a ingestão destes pratos se torne quase que um vício, vindo a prejudicar ainda mais o organismo.

Com o tempo, o consumidor terá dificuldade em aceitar o sabor natural dos alimentos, deixando de aproveitar o seu preparo caseiro e viciando o organismo em uma refeição calórica, pouco nutritiva e extremamente prejudicial à saúde.

 

 

Portanto, para garantir uma vida com mais saúde e bem-estar, o consumo de comidas congeladas industrializadas deve ser evitado. A preferência deve ser por alimentos frescos e mais saudáveis. Se houver necessidade de congelar certos alimentos, é importante também que o congelamento seja feito de maneira correta, a fim de evitar o surgimento de doenças.

O post Comida congelada e seus riscos à saúde apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categories: Medical

Cuidados essenciais com a saúde dos idosos que todos devemos ter

Mon, 08/31/2020 - 16:57

A expectativa de vida no Brasil aumentou nas últimas décadas, então, a população precisa aprender quais são os cuidados essenciais com os idosos. Dessa maneira, você poderá garantir uma qualidade de vida tanto em seu futuro quanto no de familiares e amigos da terceira idade.

Por isso, separamos 7 cuidados essenciais com a saúde dos idosos que todos devemos ter para garantir que essa será uma fase tranquila e confortável. Confira!

Passar protetor solar diariamente

Todas as pessoas devem passar protetor solar diariamente, mas os idosos devem ser ainda mais disciplinados para seguir essa regra, pois a pele deles é mais sensível. Então, caso eles não passem o protetor solar, podem ter mais problemas, como queimaduras, que jovens que não utilizam o produto.

Contudo, isso não significa que idosos não devem tomar sol. Na realidade, essa é uma ótima atividade para eles, pois aumenta o nível de vitamina D no organismo e a disposição no dia a dia.

Só é preciso tomar certos cuidados, como passar protetor solar, fornecer bonés, chapéus para que eles se protejam e garantir que a exposição ao sol não será muito longa. Essa não pode ser muito demorada, para que o idoso não tenha complicações. Por dia, 20 a 30 minutos são suficientes para que o idoso aproveite os benefícios da exposição ao sol.

Manter-se hidratado

Essa é mais uma dica que toda a população deve seguir, porém os idosos precisam ter ainda mais atenção aos seus cuidados para se manterem hidratados. A atenção deve ser redobrada, pois na terceira idade o hipotálamo (que controla, por exemplo, a sede, fome e temperatura corporal) já não funciona tão bem.

Sendo assim, é comum que idosos sintam menos sede ao longo do dia. Então, o idoso e as pessoas que moram com ele devem sempre estar atentos para garantir que ele tomará a quantidade de água necessária para não se desidratar.

Os idosos também não devem abusar de bebidas com cafeína ou alcoólicas, pois elas são bastante diuréticas e podem agravar a desidratação do organismo.

Ter uma boa alimentação

A alimentação dos idosos deve ser equilibrada e ter muitas verduras e frutas que contenham água em grande quantidade para ajudar na hidratação do organismo. Caso o idoso tenha problemas que se relacionam com a alimentação, como diabetes, colesterol ou hipertensão, é indicado que o médico responsável auxilie na criação de uma dieta.

Se ele achar necessário, também pode passar vitaminas e suplementações. Nesse cenário, é função dos cuidadores ou das pessoas que moram com o idoso ficar de olho para conferir se ele está tomando as vitaminas indicadas.

Praticar atividades físicas adequadas para a idade

Os idosos não só podem como devem praticar atividades físicas. Entretanto, essas precisam ser adequadas à idade e condição física deles, para que eles não forcem demais o corpo e acabem se machucando.

Boas opções são a prática de caminhada e hidroginástica, caso eles não tenham nenhuma limitação física ou neurológica. Essas atividades são boas para o organismo, pois trazem diversos benefícios como a melhora da circulação sanguínea, disposição e força dos músculos.

Mas, as vantagens não se limitam ao organismo do idoso. O emocional do indivíduo pode melhorar e, assim, seu bem-estar geral, pois a interação social aumenta quando ele pratica esses exercícios físicos. Essas atividades também podem se transformar em um momento de lazer, além de autocuidado.

O ideal para decidir qual atividade física o idoso deve praticar é consultar o médico que ele frequent, um personal trainer ou, se já tiver limitações, um fisioterapeuta. Isso é importante principalmente se o idoso tiver limitações, para garantir que ele não vai ser prejudicado pela prática.

Fazer exames periódicos

A prevenção é essencial para que os idosos tenham qualidade de vida e continuem saudáveis. Então, eles precisam realizar vários exames periódicos para garantir que tudo está bem em vez de esperar para ir ao médico somente quando sentirem uma sensação estranha.

Caso exista algo para ser tratado, os exames periódicos também são importantes, pois permitem que o idoso descubra sua condição com antecedência e possa se tratar antes que a situação fique mais complicada.

Se o médico receitar remédios após conferir os resultados dos exames, o cuidador ou os familiares também precisam se certificar de que o idoso está tomando os remédios e, ainda, se ele está tomando na quantidade e horários corretos.

Continuar com o pensamento ativo

Além de cuidar do organismo, o idoso também precisa cuidar de sua mente para que seja feliz e tenha qualidade de vida. Para cuidar da saúde mental, ele deve manter o pensamento ativo, ou seja, praticar atividades que “movimentem” a mente.

No dia a dia, o idoso pode, por exemplo, pintar, fazer artesanato, aprender sobre informática, jogar palavras cruzadas, entre outros. Ou seja, ele deve realizar atividades que estimulem o seu pensamento e que tragam prazer para o cotidiano.

Então, primeiro ele precisa descobrir quais atividades lhe provocam satisfação e felicidade. Em seguida, deve colocá-la no cotidiano, para manter o pensamento ativo e, é claro, se divertir.

Manter contato com amigos e familiares

Outra ação fundamental para que o idoso tenha uma boa saúde mental e se sinta bem é manter contato com amigos e familiares. Isso deixa qualquer um motivado, não é mesmo? Então, não seria diferente com os idosos.

Caso o idoso more com a família, essa deve incentivá-lo a falar com os amigos, encontrá-los para tomar um café ou até mesmo fazer uma caminhada. Já se ele mora sozinho, é ainda mais importante que ele mantenha contato com seus amigos e familiares, para não se sentir sozinho.

Se você tem um amigo ou familiar da terceira idade, por exemplo, não espere ele lhe ligar ou mandar uma mensagem. Tome a iniciativa e ligue para ele para que vocês conversem e matem a saudade. Sempre que possível, marque também um encontro presencial, pois isso faz muito bem tanto para ele quanto para você. Você, neto, ligue para seu avô ou avó.

Essas ações são muito importantes para que todos contribuam com a saúde dos idosos e, assim, eles tenham uma vida confortável e tranquila. Por isso, não deixe de realizá-las caso você more com um idoso, seja amigo de um ou se você já estiver na terceira idade.

Lá em cima falamos que manter-se hidratado é essencial tanto para os jovens quanto para os idosos, então que tal conferir agora por que devemos beber água várias vezes ao dia?

O post Cuidados essenciais com a saúde dos idosos que todos devemos ter apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categories: Medical

8 benefícios de parar de fumar

Sat, 08/29/2020 - 16:47

Em 29 de agosto, é comemorado o Dia Nacional de Combate ao Fumo para que a população se informe e compreenda quais são os danos à saúde que esse elemento pode provocar. Além disso, esse dia tem como objetivo mostrar que é possível parar de fumar e, ainda, que esse ato pode trazer diversas vantagens para os ex-fumantes.

Caso você seja fumante e ainda não conheça os principais pontos positivos de tirar o tabaco de seu cotidiano, continue lendo nosso post para conferir 8 benefícios de parar de fumar!

1. Melhora a pressão, o funcionamento do coração, pulmão e circulação!

Sem o tabaco no seu organismo, várias partes de seu corpo passam a funcionar de maneira mais adequada. O seu pulmão, por exemplo, passa a funcionar melhor depois de 24 horas que você fica sem fumar.

Já o ritmo cardíaco e a pressão arterial podem abaixar apenas 30 minutos depois que você tira o tabaco de seu organismo. Em um prazo maior, de aproximadamente 3 meses, a circulação sanguínea também é aprimorada.

2. Traz de volta a disposição no dia a dia

Como ao parar de fumar várias partes de seu organismo funcionam melhor, por exemplo, o pulmão e o coração, é comum que você tenha mais disposição no dia a dia. Você terá mais condições – e até vontade – de realizar as tarefas do cotidiano e também atividades físicas.

3. Melhora olfato e paladar

Existem mais de sete mil substâncias tóxicas no tabaco e algumas delas afetam seu paladar e olfato. No caso do paladar, uma camada de resíduos do tabaco se forma em cima das papilas gustativas e isso diminui a sensibilidade delas. Sendo assim, você passa a não sentir totalmente o gosto dos alimentos.

O olfato também é afetado por certas substâncias, como o monóxido de carbono e alcaloides do alcatrão. Esse fato prejudica não só sua capacidade de sentir cheiros, mas também afeta novamente o seu paladar, já que o olfato é essencial para que um indivíduo consiga reconhecer e saborear um gosto específico.

Mas, felizmente, essa situação pode ser revertida rapidamente. Depois de algumas semanas sem fumar, você já é capaz de sentir uma grande diferença em seu paladar e olfato.

4. Reduz dificuldades de engravidar

Caso você pense em engravidar no futuro, parar de fumar é extremamente recomendado por várias razões. A primeira delas é que o cigarro interfere em sua fertilidade. Certos produtos do cigarro, como a nicotina e o cádmio, provocam uma aceleração na taxa de perda de óvulos.

Além disso, o cigarro também interfere na fertilidade dos homens e tende a diminuir a quantidade e qualidade dos espermatozoides. Então, caso você ou seu parceiro fumem, engravidar será mais difícil.

Outra questão muito importante é que o cigarro influencia também na geração da criança. Sendo assim, mães fumantes são mais propensas a terem partos prematuros, abortos espontâneos e bebês com peso baixo.

Então, ao parar de fumar, você vai reduzir as dificuldades de engravidar e ainda garantir uma gestação mais tranquila e saudável, tanto para você quanto para o bebê.

5. Diminui o risco de doenças

Muitas pessoas sabem que o cigarro pode causar doenças, como aterosclerose, pressão alta, enfisema pulmonar, asma, bronquite e vários tipos de câncer (de pulmão, pâncreas, esôfago, leucemia, faringe, laringe, rim, estômago, entre outros).

Mas, poucos sabem que ao parar de fumar, o risco de ter dessas doenças diminui bastante ao longo dos anos. Um exemplo é o risco de câncer de pulmão, que após 10 anos sem fumar, pode ser reduzido pela metade.

Parar de fumar também auxilia pessoas que vivem com você, pois elas fumam passivamente quando você fuma ao lado delas. Isso é importante principalmente para as crianças que podem desenvolver menos doenças respiratórias, como asma e rinite.

6. Aprimora a aparência da pessoa

Fumar traz diversos malefícios para sua aparência, como o aparecimento de manchas na pele, queda de cabelo, aumento de olheiras, celulites, amarelamento dos dentes, das pontas dos dedos, flacidez e até envelhecimento precoce. Entretanto, se você parar de fumar, o corpo é capaz de reverter boa parte desses malefícios.

Dependendo do quanto uma pessoa fuma e há quanto tempo, os danos podem ser maiores ou menores. Então, em alguns casos, pode ser necessário visitar um profissional da área para garantir uma melhora adequada da situação.

Uma pessoa que fuma há anos, por exemplo, talvez precise ir ao dentista para reverter o amarelamento dos dentes. Contudo, só de parar de fumar, a aparência em geral já tende a melhorar.

7. Reduz muitos gastos

Além de trazer vários benefícios para a saúde do corpo, parar de fumar também melhora a sua saúde financeira. Isso acontece, porque é possível reduzir bastante os gastos ao deixar de comprar os maços de cigarros frequentemente.

Considerando que um maço de cigarros custa aproximadamente 10 reais no Brasil, já pensou o quanto é possível economizar? O valor exato vai depender de quanto você fuma por dia, mas cortar esse gasto costuma fazer bastante diferença no orçamento já em um curto prazo.

Como parar de fumar reduz também os riscos de doenças, você ainda consegue evitar gastos futuros com possíveis tratamentos de complicações causadas pelo tabaco no organismo.

8. Melhora o bem-estar

Como ao parar de fumar o seu corpo passa por várias mudanças positivas, por exemplo a melhora do funcionamento dos pulmões, do coração e passa a ter mais disposição, é normal que o seu bem-estar também melhore. Afinal, seu organismo estará bem mais saudável e você terá mais condição e vontade de realizar as tarefas do dia a dia.

Além disso, vencer o desejo de fumar é um desafio. Então, ao parar de realizar essa ação, você vai superar uma grande dificuldade para aprimorar a sua saúde. Essa sensação de superação é mais um elemento que pode auxiliar na melhora de seu bem-estar, pois você saberá que fez uma conquista difícil e importante em sua vida.

Parar de fumar não é uma tarefa fácil, mas se você superar esse desafio pode trazer todos esses benefícios para seu organismo, bem-estar e até para seu planejamento financeiro. Caso você queira conferir mais dicas sobre saúde e bem-estar é só continuar acessando o nosso site!

O post 8 benefícios de parar de fumar apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categories: Medical

10 razões para Hidratar-se: a importância de beber água para a saúde

Sat, 08/22/2020 - 09:53

Com certeza você já ouviu alguém dizendo que a água é essencial para seu corpo funcionar de forma adequada. Entretanto, você sabe exatamente quais são os benefícios que esse líquido traz para seu organismo e o porquê é importante manter-se sempre hidratada?

Se você ainda não sabe, não há problema. Para que você compreenda o porquê deve ingerir água sempre, vamos listar agora 10 fatos que mostram a importância de beber água para a saúde!

1. Evita a desidratação

A primeira razão pela qual você deve beber água regularmente é evitar a desidratação. Esse problema deve ser evitado, porque pode trazer diversos mal-estares e até problemas mais graves para o seu organismo.

Uma pessoa desidratada sente, por exemplo, dor de cabeça, cansaço e tontura. Além disso, ela fica com um volume menor de sangue no organismo, o que prejudica o funcionamento do coração.

E, se essa desidratação se prolongar por muito tempo, o indivíduo pode até vir a falecer. Em condições normais, é muito difícil chegar a esse extremo, mas só de beber mais água você pode diminuir suas dores de cabeça e a sensação de cansaço no dia a dia.

2. Aprimora o funcionamento do cérebro

A água também é fundamental para que o seu cérebro trabalhe de forma adequada. Caso você tenha uma desidratação leve, por exemplo, o seu raciocínio, memória e concentração já podem ser prejudicados. Ou seja, a falta d’água é capaz de afetar a sua capacidade de realizar diversas atividades, tanto no trabalho quanto na vida pessoal.

3. Melhora o seu humor

Quando seu corpo está com um nível de água abaixo do ideal, seu humor também pode ser prejudicado. Você pode ficar irritada com mais facilidade e apresentar variações de humor durante o dia.

Já quando o organismo recebe a quantidade ideal de água, você melhora a sensação de bem-estar e, consequentemente, aprimora o seu humor.

4. Regula a temperatura do corpo

Depois de realizar atividades físicas ou em dias muito quentes, é a água que está em seu organismo que regula a temperatura do corpo. Ela é liberada por meio da transpiração e, assim, consegue evitar que seu corpo esquente demais ou passe por mudanças térmicas de forma brusca.

É perigoso deixar o corpo esquentar muito ou ter alterações térmicas, porque isso pode causar tontura, desmaio, sensação de cansaço, dor de cabeça e até prejudicar o raciocínio.

Por isso, após praticar atividades físicas ou em dias muito quentes (que são comuns no Brasil) é preciso tomar uma quantidade maior de água do que você está acostumada.

5. Deixa a pele mais bonita

Além de fazer bem para o seu organismo, a água ainda traz benefícios para sua aparência. Ela consegue deixar sua pele mais bonita, porque revitaliza as células e mucosas desse órgão.

Sendo assim, a água melhora a hidratação e elasticidade da pele, evitando o ressecamento e a descamação dessa. Se você quiser melhorar a hidratação de sua pele, tomar água é com certeza um dos melhores métodos.

6. Ajuda na absorção de nutrientes

Certos nutrientes que ingerimos, como as vitaminas do complexo B e a C, precisam da água para serem bem absorvidos pelo organismo. Então, somente quando você estiver hidratada seu organismo será capaz de absorvê-los da maneira adequada.

Além de auxiliar na absorção dos nutrientes, a água também ajuda no transporte de nutrientes e outras substâncias, como glicose e minerais, pela corrente sanguínea até as células.

7. Regula o intestino

Caso você tenha prisão de ventre, tomar mais água pode aprimorar muito a sua qualidade de vida. Esse líquido tem a capacidade de mudar seu bem-estar, pois hidrata o bolo fecal e o deixa mais pastoso. Dessa forma, ele facilita a evacuação.

Outro ponto importante é que a água também estimula os movimentos peristálticos, facilitando mais uma vez a evacuação.

8. Aprimora o condicionamento físico

Os músculos de seu corpo se beneficiam com a presença da água, porque ela auxilia na troca de eletrólitos, como magnésio e potássio. Ao ajudar nessa ação, ela faz com que os músculos funcionem melhor e evita que eles se sintam cansados. Ou seja, podemos dizer que á água ajuda a estimular os seus músculos.

Com os músculos cheios de vigor e o cérebro funcionando bem, seu corpo se sentirá muito mais disposto para realizar as tarefas do dia a dia e as atividades físicas. Dessa maneira, você não sentirá diferença somente em seus treinos, mas também em seu trabalho, estudos e tarefas de casa.

9. Evita o aparecimento de pedras nos rins

Beber água sempre é recomendado como uma forma de evitar as pedras nos rins. Mas, você sabe por quê? Essa ação é indicada, pois quanto mais água houver nos rins, melhor será a filtração realizada pelo órgão.

Assim, as chances de partículas sólidas se juntarem nos rins ou nas vias urinárias e formarem as famosas pedras diminuem bastante. Contudo, lembre-se de que o indicado é tomar água para evitar o aparecimento das pedras. Se você já estiver com esse problema, não beba água em excesso, pois ela pode piorar as dores de cólica renal.

10. Auxilia no emagrecimento

A água ajuda no emagrecimento por dois motivos principais. O primeiro é que, como foi dito, ela melhora a filtração dos rins e, por isso, diminui a retenção de líquidos no seu organismo. Então, ela reduz o inchaço do corpo.

O segundo motivo é que tomar água regularmente enche o estômago e provoca a sensação de saciedade. Se você beber o líquido antes de uma refeição, por exemplo, provavelmente vai comer menos, porque se sentirá satisfeita mais rapidamente.

Depois de conferir esses 10 benefícios, é possível compreender a importância de beber água para a saúde, não é mesmo? Ela traz vantagens para o seu organismo, aparência e bem-estar que são capazes de transformar sua qualidade de vida.

Então, lembre-se de se manter sempre hidratada para que seu organismo funcione de maneira adequada e você continue saudável e disposta.

Para se manter ainda mais saudável durante o ano todo, confira também 9 dicas para ter os pés bem cuidados durante o inverno!

O post 10 razões para Hidratar-se: a importância de beber água para a saúde apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categories: Medical

Por que devemos beber água várias vezes ao dia?

Sat, 08/22/2020 - 09:43

Boa parte da população sabe que é importante se hidratar, mas mesmo assim acaba se esquecendo de tomar água durante o dia e só realiza essa ação quando está com sede. Mas, o que muitos não sabem é que a sensação de sede só vem quando o nível de água no corpo já está abaixo do ideal.

E, como a água é essencial para o nosso organismo, não é bom tomá-la somente quando há pouca água no corpo. Apesar de muito se falar sobre a importância de se manter hidratado, você sabe por que devemos beber água várias vezes ao dia e não esperar a sede chegar?

É exatamente isso que vamos explicar neste post. Então, continue lendo para descobrir a importância de tomar água várias vezes ao dia e, ainda, como fazer para adquirir esse hábito.

Importância de beber água várias vezes ao dia

No site da Amato já fizemos um post explicando detalhadamente os principais benefícios de beber água para a saúde. Então, para saber de forma detalhada o porquê é essencial se manter hidratada no dia a dia, basta clicar aqui.

Nesse post, vamos abordar os benefícios de forma resumida para que possamos lhe ajudar a criar o hábito de tomar água várias vezes ao dia. Entre as principais vantagens de beber água estão:

  • A regulação da temperatura corporal;
  • Melhora do funcionamento do cérebro;
  • Prevenção contra pedra nos rins;
  • Ajuda no emagrecimento;
  • Melhora da absorção de nutrientes e do funcionamento do intestino;
  • Prevenção contra desidratação;
  • Aprimoramento do condicionamento físico;
  • Aumento do bem-estar e humor;
  • Embelezamento da pele.

Esses benefícios deixam claro que a água é fundamental para seu organismo funcionar de maneira adequada e, assim, melhorar sua disposição e qualidade de vida.

Contudo, para sentir todas essas vantagens, é preciso beber água várias vezes ao dia e não somente quando você sentir sede. Afinal, a sede já é um sinal de que o nível de água no organismo está abaixo do ideal.

Quanta água tomar por dia

Geralmente, o recomendado é beber em média 2 litros de água por dia, o que equivale aproximadamente a tomar 8 copos diariamente. Entretanto, esse valor pode variar de acordo com a altura, peso e idade da pessoa, além das condições climáticas e atividades realizadas no dia.

O ideal em dias muito quentes, por exemplo, ou quando você pratica exercícios físicos é tomar água em uma quantidade maior a que você está acostumada. Dessa forma, é possível repor a água que foi perdida na transpiração e regular a temperatura do corpo.

Mas, é preciso tomar cuidado para não beber a quantidade diária necessária toda de uma vez. Isso é perigoso, pois pode sobrecarregar os rins. Por isso, o indicado é tomar a quantia necessária de água para o seu corpo aos poucos durante o dia.

Dicas para beber água várias vezes ao dia

Se você não tem o costume de beber água várias vezes ao dia, precisa criá-lo para aproveitar os benefícios desse hábito. Então, agora, veja 4 dicas que vão lhe ajudar a adicionar esse costume ao seu cotidiano:

Ande sempre com uma garrafinha d’água

Com a falta de hábito e uma rotina corrida, é comum que você se esqueça de tomar água durante o dia. Porém, andar com uma garrafinha d’água é uma ótima estratégia para driblar o esquecimento.

Se você levar a garrafinha ao trabalho e deixá-la em sua mesa, por exemplo, vai se lembrar de que precisa beber água toda hora que olhar para o objeto. Ela também é ótima, pois pode ser utilizada em locais com bebedouros, mas que não oferecem copos.

Outro ponto positivo de andar com uma garrafinha d’água é a facilidade de medir o quanto você bebeu no dia. Afinal, a cada vez que você finaliza a água da garrafa, tem que enchê-la de novo.

Faça lembretes ao longo do dia

Mais uma forma de driblar o esquecimento no cotidiano é fazer lembretes para tomar água ao longo do dia. Você pode fazer isso de maneira manual, escrevendo em papéis e deixando-os na sua mesa ou você pode usar ferramentas para lhe ajudar nessa tarefa.

É possível programar o alarme do celular para que ele avise que é a hora de beber água ou utilizar aplicativos que façam esse trabalho. Como você pode perceber, existem várias formas de criar lembretes para tomar água. Então, você só precisa encontrar a que é mais eficaz com você e usá-la em seu cotidiano.

Substitua ocasionalmente a água por outros líquidos

Muitas pessoas não bebem água na quantia adequada, porque não gostam da ausência de sabor da bebida. Se esse é o seu caso, saiba que também é possível resolver essa situação para que seu corpo receba a quantidade de água diária necessária!

Uma ideia interessante é beber água aromatizada (ou temperada) para adicionar um pouco de sabor ao líquido. Além disso, você pode substituir a água por outras bebidas, como sucos, chás, leite e água de coco. Mas, para fazer essa troca, evite as versões açucaradas das bebidas.

Outro lembrete importante: faça essa substituição somente se for muito difícil para você tomar os 8 copos de água por dia. Senão, prefira sempre a água pura. Você também pode começar a criar seu hábito dessa maneira e ir diminuindo as substituições com o passar do tempo.

Adicione frutas e verduras à sua alimentação

Frutas e verduras possuem um alto teor de água e, por isso, é importante adicioná-las à sua alimentação. Sopas também são boas para ajudar na ingestão de água diária. Contudo, lembre-se de que esses alimentos são um complemento, ou seja, eles não podem substituir totalmente a água.

Assim como no caso dos líquidos, se possível, sempre prefira a água pura e coloque as frutas e verduras em suas refeições para que elas lhe auxiliem a atingir o seu objetivo.

Essas dicas vão fazer com que você beba água várias vezes ao dia e consiga aproveitar todas as vantagens que esse hábito traz para o seu organismo. Para continuar descobrindo hábitos que melhoram a sua saúde, que tal ver quais são os benefícios da yoga para seu corpo?

O post Por que devemos beber água várias vezes ao dia? apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categories: Medical

5 exercícios para reduzir a dor nas pernas

Fri, 08/14/2020 - 14:13

Dores nas pernas podem surgir por diversos fatores, mas as causas mais comuns são o cansaço, a vida sedentária e problemas de circulação. Esses motivos mostram que as dores nas pernas podem atingir qualquer pessoa, independente da idade e estilo de vida.

Se você é uma pessoa que vive com dores nas pernas, sabe como é incômodo passar os dias com essa sensação. A boa notícia é que, independente do fator que lhe causa essas dores, existem exercícios físicos que podem lhe ajudar a reduzi-las.

Pensando nisso, preparamos este post explicando por que os exercícios ajudam na redução de dores nas pernas e quais atividades você pode praticar para aliviar seu mal-estar.

Como os exercícios físicos ajudam a diminuir a dor nas pernas

Praticar atividades físicas traz vários benefícios para o ser humano e um deles é a redução de dores nas pernas. Em geral, exercícios auxiliam a diminuir esse problema, porque eles melhoram a circulação das pernas.

No caso específico de dores nas pernas, o mais indicado é praticar exercícios de alongamento, pois além de aprimorarem a circulação, eles ainda auxiliam na melhora da flexibilidade e da postura do praticante. Esses são dois itens que ajudam a prevenir dores não só nas pernas, mas em outras partes do corpo também, como costas e quadris.

Como alongar é essencial para reduzir dores, o pilates e a yoga são duas práticas bastante recomendadas para quem sente dor nas pernas. Mas, se você quiser ter liberdade para escolher suas atividades, por exemplo, é possível selecionar exercícios de alongamento para praticar em casa sozinha.

Qualquer uma dessas atividades de alongamento será benéfica para o seu corpo, porém lembre-se de que para sentir os efeitos da prática escolhida você deve realizar os exercícios com frequência.

5 exercícios para reduzir a dor nas pernas

Agora, vamos lhe explicar como fazer em casa 5 exercícios que ajudam a diminuir suas dores nas pernas. Eles podem ser feitos em qualquer ambiente de sua casa e a qualquer hora, já que não tomam muito tempo do seu dia!

1. Alongamento das coxas

Para fazer esse primeiro alongamento, primeiro você deve ficar em pé com as duas pernas juntas. Depois, siga esses passos:

  • Dobre uma das pernas para trás, pegue em seu pé e permaneça assim por 1 minuto;
  • Se tiver dificuldades, você pode apoiar a outra mão na parede para manter o equilíbrio;
  • Refaça a mesma atividade com a outra perna.

Se você sentir o músculo da coxa, pode dar uma chacoalhada de leve nas pernas antes de partir para o próximo exercício.

2. Elevação das batatas das pernas

A elevação das batatas das pernas é mais um exercício simples que pode trazer benefícios para seu corpo. Além de ajudar a diminuir as dores em suas pernas, ele também pode melhorar o seu equilíbrio e sua força. Para realizá-lo, faça as seguintes ações:

  • Fique em pé com as duas pernas juntas;
  • Coloque-se na ponta dos pés e se mantenha nessa posição por 30 segundos. Aqui, lembre-se de subir a ponta dos pés o máximo que puder, sem forçar ou machucar seu corpo;
  • Coloque o pé todo novamente no chão;
  • Faça entre 5 e 10 repetições, sempre sem forçar o seu corpo. Se 5 repetições forem suficientes, por exemplo, faça apenas as 5.

Não forçar o corpo é importante, porque isso pode trazer mais problemas para suas pernas em vez de melhorar suas dores. Além disso, é normal que você não consiga fazer as 10 repetições facilmente, se não estiver acostumada a fazer exercícios físicos. Porém, com a prática, a atividade ficará cada vez mais fácil.

3. Alongamento da panturrilha

Como nessa atividade o praticante alonga suas panturrilhas e calcanhares, ela é indicada especialmente para pessoas que trabalham sentadas o dia todo. Mas, mesmo que esse não seja o motivo de suas dores nas pernas, também é importante fazer esse alongamento. Veja quais passos você deve realizar:

  • Apoie suas mãos (com as palmas estendidas) em uma parede;
  • Coloque uma de suas pernas para trás e fique na ponta dos pés;
  • Flexione levemente o joelho da perna que ficou na frente;
  • Permaneça nessa posição por 30 segundos.
  • Faça essa atividade 3 vezes em cada perna.

Conforme você for praticando e percebendo a melhora em seu corpo, pode se inclinar mais em relação à parede para ter um alongamento mais profundo. Entretanto, não tenha pressa para fazer isso antes do tempo, pois você pode se machucar se seu corpo ainda não estiver pronto para esse alongamento mais intenso.

4. Ave para frente

Esse exercício é ótimo, pois ele alonga e relaxa ao mesmo tempo. A posição pode ser feita no chão, mas o ideal é que você faça sobre um tapete de yoga ou um objeto semelhante para que a atividade seja mais confortável.

  • Sente-se no chão ou no tapete, dobre a perna direita levando o tornozelo para frente de seu quadril e apoie os cotovelos no chão;
  • Permaneça com a perna esquerda para trás e com o joelho levemente flexionado;
  • Fique nessa posição por 5 ou 10 respirações, sempre de acordo com o que você conseguir fazer.
  • Sente-se novamente, respire e faça o mesmo exercício, mas agora dobrando a perna esquerda.
5. Pernas na parede

Nossa última dica de alongamento é uma ótima forma de incentivar a circulação na perna e descansar. Pegue uma toalha ou almofada, aproxime-se da parede e siga esses passos:

  • Deite-se no chão;
  • Coloque a toalha dobrada ou a almofada embaixo de suas costas e encoste as pernas erguidas na parede;
  • Preste atenção em sua posição e certifique-se de que a região dos glúteos está encostando no chão;
  • Estenda seus braços ao lado de seu corpo;
  • Fique nessa posição por aproximadamente 2 minutos.

Esse pode ser sempre o exercício final de sua série de alongamentos. Assim, você consegue relaxar (sem deixar de estimular sua circulação) depois de realizar as outras atividades.

Os exercícios de alongamento são ótimos para reduzir a dor nas pernas, independente do que está lhe causando esse desconforto. Então, insira essas atividades em sua rotina e lembre-se de que a prática precisa ser regular para trazer benefícios para o seu corpo.

Como foi dito, outras atividades interessantes para reduzir a dor nas pernas são o pilates e a yoga. Sendo assim, veja também quais são 8 benefícios da yoga para seu corpo e sua mente!

O post 5 exercícios para reduzir a dor nas pernas apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categories: Medical

9 dicas para ter pés bem cuidados durante o inverno

Mon, 08/10/2020 - 13:37

A estação mais fria do ano chegou e com ela as meias e os sapatos fechados saem dos guarda-roupas para esquentar os nossos pés. Como a tendência é que os pés passem a maior parte do tempo cobertos no inverno, muitas mulheres acabam se esquecendo de dar atenção a eles.

Entretanto, essa é a época do ano em que os cuidados com os pés devem ser mais intensos, porque como eles ficam muito cobertos, é comum que apareçam frieiras, micoses, unhas encravadas e que a pele fique ressecada.

Pode ser que você não esteja usando tantos sapatos fechados, já que muitas pessoas estão ficando mais em casa, devido à pandemia de Covid-19. Mas, mesmo assim, é importante reforçar os cuidados com os pés durante o inverno, pois o uso frequente de meias interfere na saúde da região e a pele costuma ressecar nessa época do ano.

Então, continue lendo nosso post para conferir 9 dicas para ter pés bem cuidados durante o inverno!

1. Seque bem os pés após o banho

Em dias frios, é comum que as pessoas saiam do banho, corram para colocar uma roupa quente e se esqueçam de secar bem o corpo. Apesar de ser normal, você deve evitar esse comportamento, pois usar meias com os pés molhados facilita o aparecimento de bactérias, fungos e frieiras.

Então, o indicado ao sair do banho é secar bem os pés, especialmente os espaços entre os dedos. Assim, você garante que nenhuma região dos pés estará úmida no momento em que colocar suas meias. Para secar os pés de forma adequada, você pode utilizar uma toalha macia ou até mesmo um secador de cabelo.

2. Use meias de algodão

Outra medida importante para cuidar de seus pés no inverno é usar meias de algodão, porque elas possuem dois benefícios fundamentais para essa época do ano. A primeira vantagem de utilizá-las no inverno é que elas esquentam bem os pés.

O outro motivo que faz com que elas sejam uma ótima escolha para dias frios é a capacidade das meias de algodão de absorver o suor dos pés. Dessa forma, elas garantem um ambiente seco e evitam a propagação de bactérias e fungos no local.

As meias de tecidos sintéticos, como nylon, não são indicadas para o inverno justamente porque elas contribuem para o aumento da transpiração dos pés.

3. Dê preferência aos calçados confortáveis

Quando sair de casa, você pode usar sapatos fechados para esquentar os pés. Contudo, dê preferência aos calçados confortáveis, ou seja, que não apertem os pés, as unhas e se adequem a eles. Isso é importante, porque utilizar calçados apertados por muitas horas pode condicionar a circulação sanguínea e causar o encravamento das unhas dos pés.

4. Não use sempre o mesmo sapato e par de meias

É necessário escolher calçados confortáveis no inverno, mas lembre-se também de não utilizar sempre os mesmos sapatos e pares de meias. Você precisa alternar o uso para que seus calçados e suas meias possam ficar sempre limpos, secos e arejados antes de serem utilizados novamente.

O indicado no inverno, inclusive, é retirar os sapatos e meias assim que você chegar em casa e deixá-los em um local arejado antes de guardá-los em um guarda-roupa ou armário. Dessa maneira, eles podem secar naturalmente.

5. Use talco

Passar talco nos pés é uma forma interessante de cuidar dos pés no inverno, pois esse produto ajuda a reduzir a umidade na região. Sendo assim, os pés ficam secos e evita-se a proliferação dos fungos e bactérias.

Então, lembre-se de passá-lo sempre que for colocar um sapato. O recomendado é colocar o produto no próprio calçado e entre os dedos dos pés, para garantir que essa região também se manterá seca.

6. Deixe os pés “respirarem” em casa

Como foi dito, na estação mais fria do ano os cuidados com os pés devem ser redobrados, porque eles passam muito tempo cobertos por sapatos fechados e meias. Por isso, quando você estiver em casa, é importante ficar com os pés descalços e sem meias por um tempo. Dessa forma, eles poderão “respirar” e você evita o aparecimento das frieiras e micoses.

7. Passe um creme hidratante nos pés

O inverno é uma estação seca e, por isso, é comum que a pele dos pés fique ressecada nessa época do ano. Para melhorar a condição de sua pele, passar um creme hidratante específico para os pés é uma ótima ideia.

Lembre-se de escolher um horário do dia para fazer isso, como durante a manhã ou à noite, para que a atividade faça parte de sua rotina. É essencial passar o creme regularmente, como uma vez ao dia ou a cada dois dias, para que você sinta os feitos do produto em sua pele.

8. Não se esqueça de cuidar bem de suas unhas

Cuidar bem das unhas também é importante, para que elas não encravem e causem dor ou desconforto nos pés. Então, corte as unhas com frequência e sempre faça um corte quadrado, para que elas não encravem nos cantos.

Além disso, lixe suas unhas regularmente e tente não mexer na parte inferior ou nos cantos delas, pois isso também pode provocar o encravamento das unhas. Se você costuma passar esmalte nas unhas dos pés, lembre-se ainda de deixá-las alguns dias sem esse produto. Isso é importante, porque permite que as unhas “respirem” e fiquem mais fortes.

9. Se necessário, vá ao dermatologista

Caso você perceba que está com rachaduras nos pés, uma coloração diferente nas unhas ou na pele dos pés e até com sangramentos, o mais indicado é visitar o seu dermatologista. Ele poderá fazer o diagnóstico correto e recomendar o melhor tratamento para você.

Mas, se você seguir as dicas dadas aqui e colocá-las realmente em sua rotina, dificilmente terá problemas mais sérios com a saúde de seus pés. Afinal de contas, eles estarão sendo bem cuidados durante o inverno e vão passar pela estação sem problemas.

Então, anote nossas dicas e comece a colocá-las em prática! Se você quiser saber como cuidar de seu corpo todo, que tal conferir quais são os benefícios da prática de yoga?

O post 9 dicas para ter pés bem cuidados durante o inverno apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categories: Medical

Varizes com laser pela Bradesco

Sat, 08/01/2020 - 09:59
Sumário A cirurgia de varizes com laser é a técnica mais moderna e mais aceita como melhor resultado tanto a curso prazo como longo prazo. A Equipe do Dr Alexandre Amato já publicou, em revista internacional, em 2018 seus resultados excelentes em mais de uma década de experiência, mostrando que equipes bem preparadas trazem menores riscos e mais conforto no pós operatório. Mas, infelizmente, no Brasil ainda não foi inclusa como técnica de tratamento de cobertura obrigatória pelos convênios e pelo SUS. O que isso significa? Que apesar de pagar o convênio direitinho, eles não tem a obrigação de cobrir o pagamento do procedimento moderno, apenas da cirurgia tradicional de varizes, chamada de stripping. A cirurgia convencional para varizes está na lista de procedimentos obrigatórios da ANS (ROL) cadastrado como “Varizes – tratamento cirúrgico de dois membros” e deve ser paga integralmente pelo convênio. Porém, não há cadastro separado para o tratamento com laser. Como a cirurgia com laser requer materiais extras (fibra ótica + equipamento de laser + ecodoppler intraoperatorio + introdutor), as operadoras podem até autorizar a cirurgia, mas não cobrem o custo do material extra, alegando que o procedimento tradicional não os necessita. Eles se baseiam na RESOLUÇÃO NORMATIVA – RN Nº 387, DE 28 DE OUTUBRO DE 2015 no seu art. 12, que diz:  “Os procedimentos realizados por laser, radiofrequência, robótica, neuronavegação ou outro sistema de navegação, escopias e técnicas minimamente invasivas somente terão cobertura assegurada quando assim especificados no Anexo I, de acordo com a segmentação contratada.” Mas existe alguma solução para isso? Sim. Várias. A doença varizes (CID i83.9) continua sendo uma doença de cobertura obrigatória. E, apesar de ter um comprometimento estético, continua sendo uma doença que merece tratamento pela doença e não pela parte estética. Além disso, nenhuma cirurgia de varizes é realizada somente pelo laser. Múltiplos procedimentos são feitos no procedimento para um melhor resultado, e vários desses procedimentos são cobertos pelo plano. Então, essas são as soluções possíveis e legais:
  1. O paciente pode não fazer o laser e realizar somente a técnica tradicional, com recuperação mais lenta e mais cortes. O tratamento de varizes é feito, com resultado a longo prazo relativamente bom, mas sem a técnica moderna.
  2. O paciente pode esperar a inclusão da técnica laser no ROL da ANS, mas não vejo uma perspectiva de mudança a curto prazo, apesar da maior parte do mundo moderno já ter adotado a técnica com laser como padrão ouro. Nesse meio tempo é recomendado manter o tratamento clínico de varizes com o uso de meia elástica.
  3. O paciente pode custear o laser e equipamentos necessários para acrescentar a técnica ao seu procedimento, quando usa o hospital e médico credenciados pelo plano. Nesse caso o médico ou equipe cobra a diferença do material e do equipamento do próprio paciente. Esse custo pode ser pago ao hospital, se este for o fornecedor do material e equipamento ou à equipe, se for esta a detentora do material e equipamento necessários. O convênio paga ao hospital o material básico e o extra é cobrado à parte. Nessa situação não há a menor possibilidade de conseguir o reembolso desses valores pagos à parte.
  4. Brigar na justiça para ter o melhor tratamento de varizes à sua disposição. Não sou advogado, e nem posso falar ou prever sobre a decisão de cada juiz, mas posso comentar sobre os dados que serão levados em consideração. A técnica é realmente melhor do que a cirurgia tradicional. E acredito haver possibilidade de conseguir autorização via judicial. Porém, a doença venosa é uma doença de evolução lenta e sem comprometimento da vida, possivelmente entrará na velocidade normal da justiça, sem nenhuma urgência. Ou seja, pode esperar muito tempo pela autorização pela justiça.
  5. MELHOR SOLUÇÃO: utilizar equipe médica e hospital não credenciado, pelo sistema de livre escolha do reembolso médico. Nessa situação todos os valores da cirurgia são cobrados a parte e serão reembolsados pelo plano. Como no reembolso médico os valores são maiores do que no credenciamento, muitas vezes os valores pagos pelas técnicas de cobertura obrigatória são o suficiente para custear os valores do equipamento de laser e material necessários.
Como a equipe Vascular.pro e Amato – Instituto de Medicina Avançada resolvem esse problema? Somos um hospital dia nível III não credenciado pela Bradesco. No inicio pode parecer uma desvantagem, pois não se usa a carteirinha para passar com o médico, mas, no final, a vantagem é gigante. Como fazemos todos os procedimentos pelo reembolso auxiliado, os valores pagos muitas vezes são adequados para custear a cirurgia de varizes com laser integralmente, mesmo não havendo cobertura desses materiais extras. É necessário avaliação com o cirurgião vascular e a solicitação de uma prévia de reembolso. Serão duas contas separadas, que deverão ser reembolsadas pelo convênio: tanto os honorários médicos da equipe completa (cirurgião principal, cirurgião auxiliar, anestesista e instrumentador) quando as despesas hospitalares. Os convênios tentam ao máximo direcionar seus pacientes para o médico e hospital credenciado porque conseguem conter custos, às custas de limitar o uso das melhores e mais modernas técnicas. Quer fazer cirurgia de varizes com laser pelo plano? A melhor saída é o reembolso médico. Não é a única saída, mas é a solução mais rápida, legal e com maior probabilidade de cobertura integral que existe. Mas um hospital dia é seguro? Um hospital dia nível III é um hospital com capacidade de fazer tratamentos MUITO mais complexos do que a cirurgia de varizes com laser, e, a equipe Vascular.pro e Amato – Instituto de Medicina Avançada realiza o procedimento com anestesia local e sedação, diferente dos hospitais gerais credenciados que optam, na maior parte das vezes pela Raquianestesia e/ou Anestesia Geral. Essa diferença pode parecer pequena, mas traz enormes vantagens no tempo de recuperação e diminui riscos de trombose e infecção hospitalar. É possível resolver o problema pela manhã e à tarde já estar em casa se movimentando adequadamente. A associação de técnicas cirúrgicas modernas, com técnicas anestésicas multimodais permite a recuperação mais rápida com menores riscos. Mas não vai custar nada mais mesmo a cirurgia de varizes com laser pelo Bradesco? Bom, existem vários planos na Brasdesco seguros com diferentes valores de reembolso. Na grande maioria os valores reembolsados são suficientes para cobertura integral do procedimento de varizes com laser. Mas só existe uma maneira de ter certeza. Realizando uma prévia de reembolso. E, para realizar uma prévia de reembolso, é necessário uma consulta médica com o cirurgião vascular. Como funciona o reembolso dos honorários médicos e das despesas hospitalares? As operadoras que oferecem o direito à livre escolha do médico dão direito ao reembolso dos honorários médicos. Para isso é enviado uma carta solicitando o valor da prévia do reembolso. Sabendo esse valor máximo é possível negociar com seu médico. Costuma-se aceitar o valor real do reembolso desde que cubra os custos mínimos estabelecidos pela equipe. A previa de honorários médicos não contempla os valores das despesas hospitalares, apesar disso alguns planos oferecem o reembolso das despesas hospitalares também. Não há como saber o valor a ser reembolsado pelas despesas hospitalares, pois as operadoras não emitem um valor de prévia de reembolso desses valor, embora seja uma informação de direito do paciente. Mas, para isso, existem tabelas padrões que devem ser seguidas pelos planos. Mas quero operar com outra equipe que não seja da Vascular.pro. Como faço? O Amato – Instituto de Medicina Avançada é um hospital dia aberto para cirurgiões externos, desde que devidamente credenciados. Você pode conversar com seu cirurgião vascular e sugerir essa solução. Estamos à disposição para recebê-los. Além disso, oferecemos a possibilidade de assistência ao procedimento do laser para aqueles que não estejam versados na técnica. Muitas vezes médicos externos não sabem otimizar o reembolso médico, mas podemos ajudá-los nesse processo. De qualquer maneira, se você tem seu cirurgião vascular de estimação, pode trazê-lo para nossas instalações e auxiliaremos no processo integral da cirurgia de varizes com laser.

O post Varizes com laser pela Bradesco apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categories: Medical

Confira 7 benefícios da yoga e quais as vantagens para o corpo

Fri, 07/31/2020 - 12:32
Sumário A yoga é uma técnica milenar que se popularizou bastante nos últimos anos, graças às vantagens que ela traz para seus praticantes. Essa é uma prática que tem como objetivo trabalhar a mente e o corpo em seus exercícios para fornecer vários benefícios para seus praticantes, como a melhora do bem-estar e equilíbrio emocional. Mesmo ela tendo se popularizado, você sabe que hoje existem várias modalidades de yoga e quais são os principais benefícios que elas podem lhe fornecer? Caso não saiba, você veio ao lugar certo. A seguir, vamos explicar quais são as principais modalidades dessa prática e 7 benefícios da yoga para sua mente e seu corpo. Confira! Tipos de yoga Atualmente, existem várias modalidades de yogas com objetivos e práticas diferentes. Algumas focam, por exemplo, na parte meditativa da prática, enquanto outras dão mais atenção ao físico. Veja, agora, os principais tipos de yoga para saber qual combina mais com o seu perfil. Hatha yoga Essa é a prática clássica, em que o aluno vai praticar posturas, exercícios de limpeza, purificação e técnicas de controle respiratório. As aulas focam bastante na permanência das posturas e têm um ritmo mais tranquilo, quando comparadas as de outras modalidades. Ashtanga Vinyasa yoga Na Ashtanga Vinyasa, as aulas possuem 6 séries fixas de posturas. A aula dessa modalidade sempre segue um roteiro, que funciona da seguinte maneira: sequência de abertura, seguido de uma das 6 séries fixas de postura e uma sequência final. O que conduz essa prática é a respiração, que se liga ao movimento e realiza a mudança de postura a postura sempre de maneira exata. Power yoga É uma variação da Ashtanga Vinyasa, que foi criada para quem gosta de aulas mais dinâmicas. Diferentemente da original, essa modalidade não possui sequências pré-definidas e pode ser praticada com música. Além de ser mais dinâmica, a Power yoga também tem aulas mais intensas, pois intercala posições que exigem bastante dos praticantes. Vinyasa Flow yoga Essa é mais uma variação da Ashtanga Vinyasa que vem conquistando os alunos de yoga. A Vinyasa Flow também trabalha com a respiração conectada à transição de movimentos, assim como a Ashtanga Vinyasa, porém nessa modalidade não há sequências de posturas fixas. O professor pode montar suas sequências da maneira que preferir e com objetivos em mente, como aliviar dores ou fortalecer os braços dos praticantes. Por isso, essa modalidade é bem dinâmica. Hot yoga A Hot yoga é praticada em um ambiente aquecido até 40°C, para que a musculatura dos alunos fique mais relaxada e, assim, mais flexível. Essa modalidade também possui uma sequência fixa de posturas e é recomendado que os praticantes bebam água durante a aula quando sentirem necessidade devido ao calor intenso. Antes de iniciar a prática de qualquer uma dessas modalidades de yoga, lembre-se de conversar com o seu médico se você tiver alguma restrição. Assim, ele poderá lhe orientar e até informar se há algum tipo de yoga mais indicado para você. Essa é uma medida de prevenção, pois geralmente todos podem realizar yoga, já que as posições podem ser facilmente adaptadas para as limitações de cada um. Benefícios da prática de yoga Apesar de existirem vários tipos de yoga, certos benefícios são fornecidos por todas as modalidades. Então, independente do tipo de yoga escolhido, você poderá aproveitar essas vantagens. Sendo assim, abaixo listamos 7 benefícios para a saúde mental e física que a prática de qualquer yoga vai lhe fornecer. 1. Diminui ansiedade e estresse Um dos exercícios da yoga é a meditação, que traz a pessoa para o presente e o local em que ela se encontra. Dessa forma, ela se desconecta dos problemas do dia a dia, do passado, futuro e diminui sua ansiedade e estresse. A prática da meditação na yoga ainda melhora o bem-estar, o equilíbrio emocional e a autoconfiança do indivíduo. Por isso, a técnica também é indicada para combater a depressão. 2. Combate a insônia A yoga possui posturas que auxiliam no alívio de tensões, estresses e que ajudam o praticante a relaxar sua mente e seu corpo. Com o corpo relaxado, o sono vem com mais facilidade e ainda promove um descanso melhor à noite. Uma dica para quem deseja combater a insônia com o auxílio da yoga é praticá-la pouco antes de dormir, como 40 minutos antes de se deitar. 3. Melhora a flexibilidade A elasticidade é uma das capacidades mais trabalhadas na yoga e, por isso, a atividade melhora bastante a flexibilidade dos praticantes. Isso é ótimo, pois uma boa flexibilidade diminui a sensação de cansaço, melhora a postura e permite que o corpo realize tarefas cotidianas sem forçar (ou machucar) músculos e articulações. 4. Controla respiração, pressão e batimentos cardíacos Na prática de yoga são realizados vários exercícios de respiração que auxiliam no controle dessa atividade e na melhora do funcionamento dos pulmões. Os exercícios de yoga também ajudam no controle da pressão e dos batimentos cardíacos. 5. Aprimora a resistência muscular Existem diversas posturas de yoga que auxiliam no fortalecimento e aprimoramento da resistência muscular de diferentes áreas do corpo. Algumas delas, por exemplo, focam nos músculos dos braços, outras das pernas, abdômen e quadris. Todas as modalidades vão lhe ajudar a fortalecer seus músculos, mas lembre-se de que a intensidade desse aprimoramento vai depender do tipo de yoga escolhido. 6. Ajuda no emagrecimento A yoga auxilia no emagrecimento principalmente porque ela diminui a ansiedade e o estresse. Dessa maneira, ela também alivia o descontrole alimentar e diminui a quantidade de calorias que o indivíduo consome no cotidiano. Além disso, existem posturas que promovem um grande gasto calórico. Mas, novamente, a perda de calorias na yoga vai depender da modalidade. As mais intensas, por exemplo, promovem perda de peso maior enquanto as mais tranquilas promovem uma perda menor. 7. Alivia dores Os exercícios da yoga fazem com que o praticante melhore sua postura e fique mais atento a ela, libere tensões e aprimore a flexibilidade do corpo. Sendo assim, é possível aliviar dores causadas em diversos pontos por má postura, tensões e falta de elasticidade. Esses são os principais benefícios que a yoga traz para sua mente e seu corpo, mas lembre-se de que para sentir todas essas vantagens é preciso praticar a yoga regularmente. Sua flexibilidade, por exemplo, não vai mudar radicalmente depois de duas aulas. Ela vai melhorar gradualmente e você também sentirá esse aprimoramento aos poucos, com uma prática frequente de yoga. Depois de descobrir os principais tipos de yoga e seus benefícios, já sabe qual deseja praticar? Escolha a que mais lhe agrada e, se necessário, converse com seu médico antes de iniciar a prática. Caso você queira conferir mais posts sobre atividades que melhoram sua saúde é só continuar acessando o nosso site!

O post Confira 7 benefícios da yoga e quais as vantagens para o corpo apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categories: Medical

Vasinhos no rosto. Tem como tratar. Laser é melhor.

Wed, 07/29/2020 - 20:44

 


Assine o melhor canal de saúde no Youtube

Os vasinhos no rosto podem incomodar muito. Eles aparecem e ficam aparentes como os vasinhos nas pernas e as varizes. Existem varios tratamentos que o Dr Alexandre Amato (CRM 108651) explica. O cirurgião vascular deve ser consultado sobre os possíveis tratamentos.

O Prof. Dr. Alexandre Amato é professor de cirurgia vascular da UNISA e chefe da cirurgia vascular do Instituto Amato (www.amato.com.br). Cirurgião Vascular e Varizes?‍⚕Especialista em Lipedema, Doutor (PhD) pela USP?Médico Assist. Hosp. San Raffaele – Milão 2008 ?? Prof. da UNISA?‍??11 50532222
Escreveu vários livros (http://bit.ly/3abqUOS), e está dando esse de presente para você: http://bit.ly/HistoriaCirurgia, aproveite
Siga no Facebook: http://bit.ly/2QIz35A
Instagram: http://bit.ly/dr_amato
Twitter: http://bit.ly/2scWbQ6
LInkedIn: http://bit.ly/35KxJU3
WhatsApp: (11)933183661 ou pelo link http://bit.ly/2RchoCt

Estamos à disposição na Av Brasil, 2283. Tel 11 5053-2222 ou WhatsApp 11 93318-3661. Nosso site: www.amato.com.br


*** transcrição ***


Olá, sou Doutor Alexandre Amato, cirurgião vascular do instituto Amato e hoje eu vou falar sobre aquelas teleangiectasias dos vasinhos do rosto. Muitas pessoas apresentam vasinhos ao redor do nariz ou na região da bochecha e esses vasinhos são veias dilatadas, tortuosas que ficam visíveis e incomoda esteticamente. Existem vários tratamentos, entre elas a escleroterapia. A escleroterapia por agulha não é a mais adequada, existem técnicas mais modernas, com menos riscos de manchas e menos invasivas. O laser é uma possibilidade, lembrando que existem vários tipos de laser no mercado, entre eles os lasers mais adequados e outros menos adequados. O 1064 nanômetros é o mais adequado para esse caso. Embora o de 980 nanômetros também possa conseguir fazer com bons resultados. Outra técnica é a luz intensa pulsada (LIP), não é um laser. A luz intensa pulsada é um flash muito forte de energia de luz concentrada e que consegue resolver áreas, a gente consegue tratar áreas com essa teleangiectasia. A questão é: sendo o rosto uma área visível, exposto ao sol, tem que haver muito cuidado com a resposta do organismo, então a gente não pode começar com uma potência muito forte, evitando assim danos à pele tá. Feridas no rosto são muito preocupantes. Então pode ser que leve mais tempo o tratamento do que as veias de membro inferior, por outro lado elas respondem muito mais facilmente ao tratamento. Então, obviamente, varia muito de paciente para paciente, mas os vasinhos do rosto devem então ser tratados pelo cirurgião vascular que faz o uso das técnicas menos invasivas, tanto o laser, quanto a luz intensa pulsada, gostou desse vídeo? Curtam nas nossas mídias sócias e até a próxima. –
Assine nosso canal agora!
Visite nosso site: www.amato.com.br

-~-~~-~~~-~~-~-
Veja também: “Escleroterapia com sedação Annox”
https://www.youtube.com/watch?v=-70p_4d1mi8
-~-~~-~~~-~~-~-

O post Vasinhos no rosto. Tem como tratar. Laser é melhor. apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categories: Medical

Quem é o médico de varizes?

Sun, 07/26/2020 - 22:52

Você está na dúvida de qual o médico que cuida de varizes? Quer saber como se chama o médico de varizes? Quer saber qual especialidade trata varizes?

A resposta o “cirurgião vascular” pode estar na ponta da língua e é a mais correta, mas sabe que existe outras especialidades dedicadas ao tratamento de varizes?

O angiologista por exemplo. O angiologista é o médico dedicado ao tratamento clínico das doenças vasculares. Ele estudou os sistemas vasculares arteriais, venosos e linfático, mas sua formação e origem é um pouco diferente do cirurgião vascular. Ele começou fazendo clínica médica, e não cirurgia geral antes de fazer a especialidade. Muitas vezes sem o treinamento cirúrgico. De modo que ele faz os tratamento clínicos para varizes, além de alguns procedimentos ambulatoriais. Alguns estados brasileiros possuem a residência médica separada da cirurgia vascular de angiologia, em outros lugares a residência médica ocorre junto. A angiologia, portanto, é uma especialidade reconhecida pelo MEC e CRM. O cirurgião vascular faz o que o angiologista faz, mas nem todo angiologista faz o que o cirurgião vascular faz.

Outro especialista é o flebologista. “Flebo” vem de veias, portanto, o especialista ou “estudioso de veias”. Enquanto a flebologia é reconhecida como especialidade separada da cirurgia vascular em alguns países, isso não ocorre no Brasil. Portanto, apesar de existir a Sociedade Brasileira de Flebologia e Linfologia, ela ainda não criou um título separado de flebologia. De modo que, todos os flebologistas do Brasil são auto-declarados simplesmente porque se dedicam e estudam o assunto, mas não porque tem alguma especialidade diferente. A flebologia portanto, não é uma especialidade reconhecida pelo MEC e CRM até o momento. Existem intensos esforços tentando mudar isso.

Alguns vasculares ainda se denominam “médico de varizes”, porque tratam varizes e nada mais.

A minha dica é, se não quiser ter dúvidas ou problemas no tratamento de varizes, busque quem estudou o sistema venoso e se dedica a ele. Um cirurgião vascular que faça a flebologia no estado da arte. A Equipe Vascular.pro e Amato – Instituto de Medicina Avançada oferece os mais avançados tratamentos em flebologia, por cirurgiões vasculares e angiologistas renomados e titulados. Além disso, publicamos vários trabalhos sobre o tratamento de varizes com laser

 

O post Quem é o médico de varizes? apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categories: Medical

Golpe no WhatsApp: como se proteger e contra-atacar

Sat, 07/18/2020 - 12:33
Sumário

Esta semana descobri que estelionatários criaram uma conta no WhatsApp, colocaram minha foto e saíram entrando em contato com várias pessoas dizendo ser eu, possivelmente com o intuito de pedir dinheiro de alguma maneira. Como presenciei um golpe da clonagem recentemente, e, quase fui vítima desse mesmo golpe com uma história elaboradíssima, já havia pensado e estudado o assunto. E cheguei em várias conclusões práticas sobre isso. Tanto para a prevenção, quanto para o tratamento agudo e crônico de um golpe em andamento. Compartilho aqui minhas sugestões.
Em primeiro lugar, o golpe do WhatsApp da clonagem é bem diferente do golpe de se passar por outra pessoa. Enquanto o primeiro é falha ou desatenção da vítima, o segundo é quase que inteiramente fora da alçada de quem está sendo “copiado”, pois a vítima real é uma terceira pessoa. Apenas se apoiam na credibilidade de quem estão copiando para conseguir acesso à potenciais vítimas desatentas. Por isso, a prevenção, defesa e contra-ataque são diferentes nós dois casos.
Golpistas sempre usam chips de celulares baratos e, quando “queimados” simplesmente passam para o próximo. São os chips bombinha.  Chips pré pagos podem ser registrados com CPF falso, por isso raramente podem ser rastreados. As contas de depósito do golpe muitas vezes são de pessoas laranjas que nem sabem que estão sendo usadas. Então fica difícil rastrear. Enquanto a polícia e a justiça brasileira não serem realmente duros com esses golpistas, isso vai continuar. E se você está (veja que o verbo estar e não ser é intencional) esperto, alguém próximo ainda pode cair.
Conto a história do golpe em que quase caí, pois foi tão elaborado e com certeza envolve pessoas com acessos privilegiados, que vale a pena a informação. Fui no Shopping Morumbi em São Paulo, e a cancela da garagem não abriu com o Sem Parar, veio um segurança ajudar e abriu a cancela para mim. Quase um mês depois recebi uma ligação de alguém que se dizia do Sem Parar, com um número fixo bonitinho, contando que havia uma cobrança duplicada na minha conta do Sem Parar e que ele queria fazer o estorno. Possuía informações sobre meu carro, meu nome, horário no shopping, então realmente parecia verídico. Pediu para confirmar um código que seria enviado. Recebi o código de transferência do WhatsApp. Percebi o golpe somente nesse momento. Desliguei e acabou por aí. Mas muitos teriam passado o código e teriam perdido acesso ao WhatsApp. Com certeza essa tentativa de golpe envolveu pessoas com acesso privilegiado. Possivelmente o segurança do shopping (será que era mesmo?).
Bom, com tudo isso aprendi algumas dicas práticas que vou compartilhar.

Prevenção
  1. ative no whatsapp a segurança de 2 fatores. Todo mundo tem que fazer isso hoje mesmo. Não adie. Faça no seu. No dos seus familiares e nas pessoas da sua empresa
  2. instale um programa chamado TrueCaller (não tenho nenhum conflito de interesse, apenas acho a idéia e o serviço sensacional), ele não funciona com o WhatsApp (Android sim) mas te ajuda em golpes de ligações e SMS, como veremos adiante. Além de permitir denunciar e investigar números de telefone. Ative o filtro de ligações.
  3. nunca, mas nunca mesmo, pague e faça transferências monetárias por informações vindas do WhatsApp. Não há como o WhatsApp fornecer segurança suficiente para isso. Se for imprescindível, faça algo pre datado para frente, que possa ser cancelado na suspeita de um golpe.
  4. na dúvida de se alguém é essa pessoa mesmo, pergunte algo que só essa pessoa poderia saber, ou exatamente o contrário, algo que essa pessoa não poderia saber. Por exemplo, pergunte como vai a tia Zezinha, para alguém que não tem essa tia. O golpista não vai responder ou vai sair pela tangente.
  5. antes de aceitar a identidade de alguém no WhatsApp, verifique o número no TrueCaller.
  6. Perceba como a pessoa escreve. Os erros gramaticais e forma de escrever são compatíveis com a pessoa que está na foto? No meu caso, sou médico e tento escrever o mais corretamente possível. Os erros apresentados na mensagem introdutória do golpista simplesmente não seriam jamais escritos por mim.
  7. Procure o numero na internet. Sim, isso mesmo, coloque o numero que está te perturbando no próprio Google, ou em sites específicos para isso, como o “Quem tá me ligando”
  8. Bloqueie seu numero para telemarketing: ProconSPNão me perturbe
  9. nem todo mundo pode fazer isso, mas bloquear completamente todo e qualquer número estranho é uma excelente medida de segurança. Vocês não imaginam a paz que isso traz. Mas como o WhatsApp não é um serviço da operadora de telefonia, isso bloqueia golpes por telefone e SMS, mas não pelo WhatsApp.
    1. O TrueCaller instalado pode ajudar nisso.
    2. O iPhone não permite bloquear números desconhecidos ou restritos e não há apps capazes de fazê-lo (a Apple não os permite em sua App Store). Você pode boquear individualmente números de contatos que já fizeram ligações a você, mas não pode impedir as ligações de de números privados/restritos direto no seu iOS. No entanto, você pode se valer de uma pequena gambiarra para evitar amolações: Entre em ajustes: Não perturbe > Permitir ligações de “Todos os Contatos” e Coloque o não perturbe para o dia inteiro.
    3. O Android possui um recurso nativo que permite bloquear ligações de números desconhecidos. Ou seja, fora da sua agenda de contatos. Veja como ativa-lo:Abra o app Telefone, toque nos três pontinhos e depois, em “Configurações”. > Dependendo do fabricante, você pode também acessar as configurações de Chamada através do app Configurações, “Configurações de Chamada”; > Toque em “Rejeitar chamadas” ou “Bloquear números” (depende do fabricante); > Toque na chave “Bloquear números desconhecidos” ou opção equivalente. > Dependendo do fabricante, pode ser preciso marcar caixas de seleção como “Bloquear chamadas desconhecidas”, “Bloquear chamadas privadas” ou equivalentes.
  10. Uma outra estratégia preventiva é ter um segundo numero já preparado e divulgado. Ou seja, quem tem seu contato, já teria seus dois números. Se acontece algo com o primeiro, você ainda tem o segundo para se comunicar.
  11. Manter uma lista de contatos de fácil divulgação: uma lista de emails de clientes por exemplo. Não para fazer SPAM, pelo amor de Deus!, mas em alguma eventualidade de necessidade de comunicação em massa prioritária. Cuidado com as listas no WhatsApp, pois elas podem ser foco dos bandidos.
Muitas vezes o português utilizado é tão ruim que não há duvidas Depois de descoberto a conta, bloqueie WhatsApp clonado

Se você passou o código do WhatsApp, eles tem acesso como se fosse você e passarão a entrar em contato com seus contatos pedindo dinheiro, portanto várias coisas devem ser feitas concomitantemente:

  1. solicite imediatamente a recuperação do WhatsApp no seu celular. Se demorar, o golpista pode acabar travando essa troca por alguns dias.
  2. peça para outra pessoa ficar enrolando o golpista como se estivesse caindo no golpe. Fazendo isso, o golpista perde tempo para falar com outras pessoas. Se conseguir dados importantes para um boletim de ocorrência (em São Paulo é possível fazer B.O. online), faça uma captura de tela imediatamente, pois assim que percebem que foram descobertos eles apagam as mensagens e imagens. A única coisa que pode realmente ajudar a polícia é a conta bancária do golpista, pois o número de celular provavelmente foi criado com dados falsos. Uma possibilidade é alguém realmente ligar para o número e ficar falando com a pessoa.
  3. avise, através de outra pessoa, contatos em comum sobre o golpista, para que fiquem atentos. Normalmente esse golpe não dura muito tempo, eles tem que ser rápidos. Peça para que as pessoas que receberem alguma mensagem ou enrolem descaradamente fingindo estar caindo no golpe, ou, simplesmente, bloqueiem e denunciem no WhatsApp. É importante denunciar para que o WhatsApp bloqueie o número. Acredito que bloquear e denunciar, sem falar nada é o melhor. Pois assim o golpista não sabe quem o denunciou. Se ele souber, pode tentar mais uma vez com outro numero, sem falar com as pessoas que o denunciaram. Prolongando o golpe.
  4. denuncie o número no TrueCaller e outros serviços, como o “Quem ta me ligando”
  5. neste caso específico da clonagem é importante avisar em mídias sociais e mailings para prevenir as pessoas.
WhatsApp falso

Aqui o golpista simplesmente pega sua foto e finge ser você em outro numero.
Há pouco o que se fazer, pois o alvo não é você. Mas podemos tentar contra-ataque.

  1. denuncie e bloqueie imediatamente em quantas contas conseguir. Sua, da sua família. Mas seja claro ao pedir para denunciar no WhatsApp. Conseguindo algumas denúncias a conta é automaticamente suspensa pelo WhatsApp e o golpe acaba. Mas se ele souber quem denunciou, ele fará o mesmo com outro numero, evitando enviar para quem o denunciou. Então, não converse, não dê trela, simplesmente denuncie e bloqueie o máximo que conseguir.
    1. Dar trela para o golpista e ficar conversando, você pode conseguir a conta de deposito com um nome para ser usado em um boletim de ocorrência, mas, a conta pode ser de um laranja e ao conversar com o golpista, ele passa a ter acesso à sua foto e seu nome, podendo você ser a próxima vítima de golpe. Mas, se por acaso alguém se divertiu enganando o golpista, aproveite os dados e faça um B.O. 
  2. denuncie também no TrueCaller e outros serviços, como o “Quem ta me ligando”
  3. não faz muito sentido aqui sair divulgando para todos os seus contatos e mailing esse tipo de golpe. Teoricamente as pessoas tem que seguir as regras da prevenção. Não temos como ser responsáveis pela atitude de outras pessoas. E esse golpe está tão comum atualmente que seríamos inundados de comunicações em que pouco podemos fazer. Comunique sim as pessoas mais próximas para ajudar a coibir a continuidade do uso do número.
Fazendo o Boletim de ocorrência
  1. Cada local tem uma maneira de fazer o B.O. (em São Paulo é possível fazer B.O. online)
  2. O crime de estelionato parece mais difícil e chato de reportar, talvez seja mais fácil somente o crime de falsidade de identidade
    1. Recebi esse comentário no B.O. que fiz:

      *** Observação: A apuração do crime de estelionato (tentado ou consumado) somente ocorrerá após a representação por parte da vítima, no prazo decadencial de seis meses, junto à Unidade Policial responsável pela área dos fatos (34o D.P.), devendo ainda arrolar possíveis testemunhas e/ou fornecer maiores elementos informativos que comprovem o alegado, tais como documentos relacionados, mídias ou quaisquer outras provas admitidas em Direito.***

Depois do golpe

Já está mais calmo? Quer fazer algo mais?

  1. faça um boletim de ocorrência, com todos os dados que conseguiu coletar. Número da conta bancária, número de telefone e, quem sabe alguns dados a mais que você pode conseguir no TrueCaller
  2. investigue o número no TrueCaller. As vezes conseguimos até nome completo. Mas como disse antes, são números “bombinha” usados e descartados rapidamente. O TrueCaller tem chance de pegar algum nome de algum antigo dono do número. Mas se o golpista for amador, ele pode ter usado algum numero registrado por alguém próximo a ele.
  3. Não sou advogado, mas acredito que a denuncia seja por falsa identidade. Artigo 307 Código Penal. Atribuir-se ou atribuir a terceiro falsa identidade para obter vantagem em proveito próprio ou alheio, ou para causar dano a outrem: Pena. Detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa, se o fato não constitui elemento de crime mais grave. Veja esse artigo de como se proteger e denunciar
O que esperamos para o futuro

O sistema do TrueCaller é muito interessante e eficaz, mas infelizmente não funciona automaticamente com o WhatsApp, e deveria ser mais amplamente divulgado, ou as próprias grandes empresas Apple/Google deveriam criar sistemas nativos de proteção. Esperamos que isso mude no futuro.

Mas o correto mesmo seria o Facebook/WhatsApp ser mais criterioso na liberação de uma nova conta, como pedir documentos comprobatórios. Ou pelo menos criar um tipo de conta “verificada”. Como o Twitter possui.

Poderia o WhatsApp atrasar a comunicação inicial até a aprovação de autenticidade.

Outra coisa que seria muito fácil seria a reutilização de imagens nos perfis, que poderia ser automaticamente detectada e bloqueada.

Obviamente o endurecimento das penas, e intensificação das investigações, coibiria esse tipo de golpe.

Você tem alguma outra dica? Algum outro aspecto interessante? Coloque aqui nos comentários!

O post Golpe no WhatsApp: como se proteger e contra-atacar apareceu primeiro em Vascular.pro.

Categories: Medical

Pages