fbpx Amato Consultório Médico | Amato Software

Amato Consultório Médico

Subscribe to Amato Consultório Médico feed
Updated: 3 hours 54 min ago

Coronavirus COVID 19 e o pânico geral comentado pela Profa Dra Marisa Amato

Mon, 03/16/2020 - 11:07

Tendo em vista o pânico geral criado pelo coronavírus, a Prof. Dra. Marisa Amato, cardiologista livre docente pela USP e Diretora do Instituto Amato (www.amato.com.br) explica como se prevenir e o que fazer com esse problema atual e com futuras viroses que podem aparecer. Não é necessário pânico, medidas simples podem prevenir a propagação desse vírus.

covid-19coronavírusvideoamatotvO que você acha deste artigo?:  0 Sem avaliações
Categories: Medical

Orientações sobre o novo Coronavírus. O que se sabe até o momento?

Wed, 02/26/2020 - 20:39
Coronavírus COVID-19

Coronavírus COVID-19

O que é o novo Coronavírus e o que ele causa?
 
A doença causada pelo Coronavírus foi denominada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como COVID-19 e o vírus causador como SARS-Cov-2.
É uma síndrome gripal de moderada-leve intensidade. A maior parte dos casos no hemisfério norte acometeu indivíduos dos 40 aos 69 anos. Sua taxa de mortalidade é de aproximadamente 2,3% nessa população. Esse índice não difere de outras infeções já bem conhecidas como a síndrome gripal causada pelo vírus H1N1. A mortalidade aumenta em indivíduos na faixa etária geriátrica, especialmente os maiores de 80 anos, chegando a 7% dos 70 a 80 anos e 15% acima desta faixa etária.
 

Qual o quadro clínico?
 
Febre, tosse, coriza e dor de garganta intensa. Nos quadros graves, quando é necessária a hospitalização, os sinais de alerta são: dificuldade respiratória, escarro espesso, tosse com sangue, náusea, vómitos, diarreia, deterioração do estado mental (principalmente em idosos).
 

Como acontece a transmissão?
 
A doença se transmite por pequenas gotículas eliminadas por tosse, espirros ou ao tocarmos superfícies contaminadas com as mãos – o vírus parece sobreviver algumas horas externamente, dependendo do tipo de superfície, temperatura ou umidade do ambiente
O SARS-Cov-2 até o momento não se transmite por picada de mosquito
O risco de o SARS-Cov-2 transmitir-se pelo manuseio de cartões de credito, moedas e notas é muito baixo; a higiene das mãos elimina esse risco
As gotículas com coronvairus são pesadas e não se propagam por grande distância - no máximo 1 metro: os Coronavírus NÂO se propagam a grandes distâncias através do ar.
 

Animais domésticos transmitem a doença?
 
Não há qualquer evidencia de cães e gatos tenham sido infectados ou possam espalhar o virus que causa a COVID-19.
 

Existe vacina ou medicação especifica para o SARS-Cov-2?
 
Ainda não. Vacina e medicamentos específicos estão em investigação. NO MOMENTO, NÃO HÁ NENhUMA VACINA OU REMÉDIO PARA COMBATER O VÍRUS OU PREVENIR A INFECÇÃO. O único e mais eficaz modo de fazê-lo é higienização das mãos frequentemente, cobrir boca e nariz ao tossir e manter distância mínima de 1 a 2 metros de pessoas que estejam tossindo ou espirrando.
O tratamento para alívio de sintomas e suporte clínico nos casos mais graves é extremamente recomendado.
 

Antibióticos são eficazes contra o SARS-Cov-2?
 
Não, pois são medicamentos indicados para combater infecções por bactérias e não por vírus, como é o caso do Coronavírus SARS-Cov-2
 

Como proteger a mim, minha familia e comunidade?
 
Lavar as mãos com frequência com água e sabão e usar desinfetantes à base de álcool gel 70%. Essas medidas matam o vírus.
Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar, com lenço de papel descartável; quando não estiver à mão, cobrir nariz e boca ao tossir com o braço próximo ao cotovelo – cobrir com as mãos pode facilitar a transmissão
Evite tocar olhos, nariz e boca – isso pode transferir o vírus da superfície contaminada para seu corpo
Manter distância mínima de 2 metros de pessoas que estejam tossindo ou espirrando.
Evite aglomerações
Evite viajar, se possível, para locais onde o Vírus está espalhado
Se você estiver com os sintomas característicos da doença, não saia de casa, a menos que seja para procurar ajuda profissional; ligue para seu médico(a) antes de ir – ele(a) já pode direcionar a melhor conduta a ser tomada
 

E quando usar a máscara?
 
 Somente use a máscara do tipo FFP2 e apenas se for visitar alguém com suspeita da infecção pelo vírus ou se estiver cuidando de alguém com quadro suspeito em investigação médica – vamos evitar o desperdício
As máscaras somente são eficazes quando combinadas com a lavagem da mão e uso de álcool gel 70%. Para ser eficaz é preciso seguir as especificações técnicas no seu uso; para mais informações sobre o uso correto acesse: https://www.who.int/publications-detail/advice-on-the-use-of-masks-the-community-during-home-care-and-in-health-care-settings-in-the-context-of-the-novel-coronavirus-(2019-ncov)-outbreak
 
Informe-se sempre através de fontes seguras, como os sites oficiais do ministério da saúde, governos, municípios e suas secretarias de saúde ou com seus médicos(as) de confiança.
 
 
Dr.Marcos Galan Morillo – Geriatra e clinico do Instituto Amato de Medicina Avançada
 
 
Fontes: Organização mundial de Saude (OMS) e Organização Panamericaca de Saúde (OPAS)

coronavírusprevençãosaúdeinfluenzaO que você acha deste artigo?:  0 Sem avaliações
Categories: Medical

Retrospectiva 2019

Tue, 12/31/2019 - 23:13

Usuários do mundo todo!

Foi mais um ano que deixou sua marca. Seguimos com nosso propósito de ajudar as pessoas a cuidar da saúde. Tivemos muitas dificuldades, mas também com muitas vitórias: mantivemos a acreditação hospitalar nível III, centro cirúrgico pleno, mantivemos 0% de infecções e equipe tinindo. E começamos uma reforma para mudarmos a fachada e começarmos o ano de 2020 com aparência nova!
Apesar de todos os canais sociais bombando, Facebook, Instagram (2k seguidores), e os testemunhos no Google, mostrando nossa dedicação e competência, esse foi o ano dos vídeos! E do canal no YouTube do Instituto Amato. Não perca tempo e faça já o que mais de 17 mil pessoas já fazem, assine o nosso canal no YouTube.
Foram mais de 80 videos publicados, sendo que no ano passado foram 50. Quase mais 10 mil seguidores, começamos o ano com 6,72k e terminamos com 17k. 30 mil horas asssitidas. Um aumento de 81% nos assinantes. Em 2018 tivemos 604k visualizações, e no ano de 2019, 1 milhão, sim, 1 milhão de visualizações. Mais de 30 mil curtidas, mais de 1000 comentários (todos respondidos), 13 mil compartilhamentos e mais de 35 mil horas assistidas, que dá 1458 dias, ou 24 anos de videos assistidos. 
O video mais assistido foi "Escleroterapia com Sedação Annox", seguido de "Cirurgia com Laser elimina todas varizes?" e "Dermatite Ocre: tem como clarear". Entendemos o avanço tecnologico dessa técnica e aplicamos aos procedimentos que realizamos.
Com relação ao nosso site, nossa tradicional lista de artigos mais lidos inclui:

Entrando nessa nova década, quais serão as resoluções de década nova? 
Mais saúde com certeza, mas o que fazer para atingir isso? Mais exercícios, parar de fumar, alimentação saudável são tiros certeiros.

retrospectivamelhores artigosmelhores momentosO que você acha deste artigo?:  0 Sem avaliações
Categories: Medical

Pós operatório Lipedema

Wed, 12/11/2019 - 17:49

Como é o pós operatório da cirurgia de Lipedema? Dr Alexandre Amato, cirurgião vascular do Instituto Amato explica o essencial para quem sofre dessa doença.

 

-- transcrição -- Olá, sou Dr. Alexandre Amato, cirurgião vascular do Instituto Amato, e hoje eu vou falar sobre o pós operatório na cirurgia de lipedema que é a lipoaspiração das pernas e membros. E começando falando que a gente faz a cirurgia com as duas equipes: a equipe de cirurgia vascular junto com a equipe de cirurgia plástica. Nós entendemos que é um procedimento que quando feito pelas duas equipes visa tanto a proteção do sistema linfático quanto também a resolução do problema da doença da gordura. Sempre buscando também um resultado estético. A questão é que muitas vezes a cirurgia ao buscar a resolução dos sintomas inflamatórios pode não ter o resultado estético desejado. Não estou falando que vai ficar feio, não é isso. Estou falando que a busca por um resultado estético às vezes entra em conflito com a busca pelo resultado da melhora sintomática porque as áreas a serem tratadas são diferentes. Então existem várias estratégias para o tratamento do lipedema com relação às áreas escolhidas para serem tratadas. Isso deve ser feito seguindo os protocolos. Existem os protocolos de áreas a serem tratadas. Óbvio que não só com a anuência mas levando em consideração o que o paciente deseja, mas isso tem que ser bem conversado porque há áreas onde pode haver uma melhora estética pode não trazer nenhum benefício sintomático. Bom, feito a cirurgia. A cirurgia feita com anestesia local e sedação, não vai ficar internada. É um procedimento de hospital dia. Deve ser utilizado malha de compressão, meia elástica para manter essa compressão na superfície da pele e evitar a formação de seromas. Então essa meia elástica essa elastocompressão vai ter que ser usada nos dias subsequentes da cirurgia. Obviamente, a cada dia que passa essa necessidade diminui mas logo após a cirurgia, então a primeira semana é essencial. Na segunda semana já pode diminuir um pouquinho o tempo de uso e assim sequencialmente. Então uso da elastocompressão é extremamente importante. Ela deve ser escolhida e adquirida antes da cirurgia e a formação de hematomas em pacientes com lipedema pode ocorrer mesmo com o uso da elasto compressão. Quem tem lipedema já sabe que tem uma aumento da formação de roxos na perna, muito frequentemente. Essa elastocompressão ajuda a diminuir isso mas também não elimina por completo, de modo que pode ser necessário passar cremes para evitar a formação e/ou acelerar a absorção desses hematomas. Outra coisa, são as compressas mornas que podem ajudar bastante pra também diminuir o risco de formação de um trombo. É necessário ter deambulação precoce: então não é pra ficar deitada o tempo todo, deve se movimentar. Isso faz parte da recuperação da cirurgia. Se porventura for programado um segundo procedimento, esse segundo procedimento ele pode ser feito a partir de um mês do primeiro procedimento então é necessário que seja feito nesse momento? Não, pode ser feito depois. Mas diminui o tempo de recuperação se for fazer com esse prazo então faz a cirurgia a primeira cirurgia. Se porventura for fazer uma segunda sessão de lipoaspiração essa pode ser feita um mês após a primeira e assim se tiver outras também pode ser pensado dessa maneira. Com relação à cruroplastia, que é a redução da quantidade de pele. É um procedimento que não vai ser feito nunca no primeiro evento. Até pode ser feito juntamente com alguma outra sessão mas nunca com a primeira. E pode ser um procedimento realizado de forma separada. Isso tudo vai ser avaliado juntamente com o cirurgião plástico e discutir o melhor momento e a necessidade. A gente nunca sugere a realização de vários procedimentos junto, por exemplo, a história do "Já que"... Já que vamos fazer a lipoaspiração vamos fazer também mama, fazer também uma blefaro, a associação de procedimentos aumenta o risco. Então sempre que possível fazer um procedimento só. Isso diminui o risco aumenta a chance de sucesso. Com relação ao uso de medicação no pós operatório, vai se passado medicação anti-inflamatória, medicação analgésica, todos com o intuito de controlar uma possível e eventual dor. É necessário fazer o tratamento clínico para o lipedema que vai ser discutido em consulta, que além de diminuir a reação inflamatória ao tratamento cirúrgico também evita e ajuda a evitar a progressão da doença. Então tudo isso vai ser discutido em consulta com o seu médico. Se tiver alguma dúvida estamos aqui à disposição para responder. Você gostou do nosso vídeo? compartilhe! assine nosso canal! Clique aqui no sininho e até a próxima!

Tags: videoamatotvlipedemaVascular 5 Average: 5 (1 vote)
Categories: Medical